Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

No ritmo do coração


No ritmo do coração
Rubia A. Dantés


Algumas vezes parece que as coisas estão tão aceleradas em nossas vidas que fica até difícil acompanhar tantos acontecimentos... outras... tudo parece tão parado que a gente até se preocupa se não deveria estar fazendo alguma coisa... para dar uma movimentada...
Mas na verdade... o que nos incomoda, não é estarmos acelerados ou parados demais... o que nos incomoda é que não estamos em sintonia com o nosso ritmo, e por isso perdemos a sintonia com o ciclo em andamento.

Quando estamos em sintonia com o ritmo do nosso coração, que pulsa em sintonia com o coração da Mãe Terra... seja o que for que estejamos fazendo... ou deixando de fazer... teremos uma sensação tão grande de bem- estar que nos faz entender que estamos respeitando o nosso ritmo... e com isso nos encontramos sempre no lugar certo... na hora certa... na ação correta...

Pode ser que a ação correta, em alguns momentos, seja justamente a não ação... e respeitar esses momentos de não ação, às vezes não é fácil porque somos cobrados... e principalmente... nos cobramos muito. Somos cobrados a fazer coisas e a ser de determinada forma, que acreditamos... ou que querem nos fazer acreditar, serem as mais adequadas.
Mas não existe nada mais adequado do que escutar o nosso próprio ritmo e “Ser” de acordo com o que manda o nosso coração.

Especialmente nesses tempos de tantas transformações, em que podemos sentir uma grande aceleração nos nossos processos de evolução, muitas vezes sentimos necessidade de ficar mais quietos, sem tanta ação nessa realidade, porque estamos trabalhando e sendo trabalhados em outros níveis.

Pela minha experiência e pelo retorno que tenho recebido das pessoas... sinto que estamos sendo trabalhados de forma muito profunda... e acelerada... e quem se dispõe a cumprir o seu propósito divino está tendo a oportunidade de liberar padrões antigos, que estão vindo à tona de forma muito clara. Se não nos apegamos ao mal-estar, que algumas vezes acontece quando esses padrões emergem, podemos liberar muitas coisas que nos limitavam e impediam a nossa evolução.

Para facilitar essa liberação é importante que a gente não se identifique com o que vem à tona... observe e entenda que são oportunidades preciosas de evolução e que os padrões estão sendo liberados... para também liberar muitas partes nossas que trazem o Dom.

É claro que nesses tempos... nem sempre sabemos o que nos é pedido e podemos nos sentir um pouco perdidos em determinados momentos. Nessa hora é que podemos querer pedir socorro e recorrer a muitas coisas fora da gente.
Mas a chave é justamente buscar o centro... encontrar a conexão direta com a Fonte.

Sempre me lembro de uma vez em que me sentia muito perdida em determinada situação, sem saber o que fazer, e fui socorrida por uma mulher que me aparece em sonhos ou em jornadas para dentro. Ela me disse, nessa época, que não adiantava eu buscar fora o que só poderia ser encontrado dentro. E me mostrou uma grande mandala de luz branca, enquanto me falava que tudo que eu precisava sempre chegava no centro daquela mandala, pelo Grande Mistério.
Mas... me mostrou também como eu perdia o que chegava no centro cada vez que saia de lá para buscar fora.
E me ensinou a visualizar essa mandala de luz branca, como se fosse a minha mandala e a me encaminhar para o centro dela e ali ficar... entregue e confiante.
A partir daí sempre que me lembro... volto ao centro percorrendo o caminho de luz branca dessa mandala... e funciona de forma muito impressionante.

Existem muitas maneiras de encontrar o nosso ritmo... mas todas passam pelo centro. Por isso, encontre um caminho que te leve para o centro e que te coloque em sintonia com o pulsar do coração da Grande Mãe...
E então... suavemente...
No seu ritmo natural...
Você vai se sentir de novo em casa...
E tudo volta ao seu lugar...

Nenhum comentário:

Postagens Recentes