Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

domingo, 17 de abril de 2016

A vida não tem manual

Sabe qual é o grande mistério da vida? É que só se aprende a viver, vivendo. E cada vida é única! Seria muito fácil se os erros da vida dos outros e os aprendizados pudessem transferidos de pessoa em pessoa. Acontece que errar faz parte da vida, só não erra quem nada faz.

O grande problema de errar, é ver nos erros um fracasso de onde nenhuma lição se pode tirar. São os erros que cometemos que faz de cada um de nós pessoas singulares, únicas. Muitas vezes nos apegamos tanto aos erros, que passamos a vida tentando corrigi-los sem nunca parar para pensar o que podemos aprender com os erros e como acertar da próxima vez.

O tempo não para. A vida não volta atrás. E vamos continuar errando. Só não podemos nos dar o luxo de cometer sempre os mesmo erros. Há muitas maneiras diferentes de errar, e cada uma nos traz uma lição. A vida não vem com manual, e se pudéssemos escrever um manual no fim da vida, não serviria para ninguém além de nós mesmos. Todos somos diferentes.


Não se condene pelos maus passos que deu no passado. Mas olhe para trás, veja onde está pisando e escolha muito bem o seu caminho no futuro.
Não tenha medo de dar um grande passo quando for necessário.
É impossível cruzar um abismo com dois ou mais pequenos saltos.
(David Lloyd George)
  
Hoje, pensando sobre o que poderia fala com você, que mensagem seria importante deixar aqui hoje.
Então num belo e raro domingo de sol, olhando uma bela paisagem duma chácara que visitei...
Parei para refletir sobre essa tarefa e me veio à recordação uma conversa que tive na semana passada.

Nessa conversa com uma pessoa que me procurou para pedir uma orientação. Nessa conversa, tive a nítida impressão de que o medo estava paralisando aquela pessoa.

Como é um assunto que aflige muitas pessoas. Hoje resolvi que vou tratar desse assunto com você.

Você certamente sente, ou já sentiu medo de alguma coisa, não é?

Então, vamos encarar a situação com naturalidade.
Afinal de contas o medo pode ser saudável, quando nos ajuda preservar a vida.

Mas, muitas situações nos expõem à sensação de medo. Um clima de competição no mundo profissional.
O medo do novo. Medo das pessoas. Medo de fracassar. Medo do desconhecido.

E até onde, o medo é a grande desculpa para não tentarmos?

Pois é certo que, de cada dez desculpas que você ouve, nove têm uma grande razão:
O MEDO, que é um veneno paralisante, terrível!

O medo paralisa, consome todas as nossas energias, descarrega a bateria, desgasta e, mesmo quando você faz algo que gosta muito, você sempre se perturbará com o medo de que não esteja fazendo as coisas como deveria. Ele põe tudo a perder.

Não adianta tentar disfarçá-lo, pois, se você estiver com medo, não conseguirá fazer nada construtivo.
Só eliminando-o é que você conseguirá convencer uma pessoa.

O medo do fracasso pode limitar uma pessoa. Isso pode acabar com ela como indivíduo.
Se uma pessoa se preocupa sempre com o fracasso, vai ficar tão ansiosa que terminará fracassando.

O medo cria dificuldades imaginárias.
E ainda mais, medo é contagioso e se alimenta dele mesmo e se multiplica.
Todo mundo percebe quando você está com medo de enfrentar algum desafio.

Quero ilustrar essa situação, com uma pequena parábola, que talvez você já conheça:

Numa terra em guerra havia um rei que causava espanto.

Sempre que fazia prisioneiros, não os matava: Levava-os a uma sala onde havia um arqueiro do lado de uma imensa porta de ferro, sobre a qual se viam gravadas figuras de caveiras cobertas por sangue.

Nesta sala ele os fazia enfileirar-se em círculo e dizia-lhes então:

- Vocês podem escolher entre morrer a flechadas por meus arqueiros ou passarem por aquela porta que será trancada logo após sua passagem.

Todos escolhiam serem mortos pelos arqueiros.

Ao terminar a guerra, um soldado que por muito tempo servia ao rei se dirigiu ao soberano:

- Senhor, posso lhe fazer uma pergunta?

- Diga soldado.

O que havia por detrás da assustadora porta?

- Vá e veja você mesmo.

O soldado então abre vagarosamente a porta e, na medida em que o faz, raios de sol vão adentrando e
clareando o ambiente. E, finalmente, ele descobre surpreso, que a porta se abria sobre um caminho que
conduzia à LIBERDADE!

O soldado, admirado, apenas olha seu rei, que diz:

- Eu dava a eles a escolha, mas preferiram morrer a se arriscar a abrir esta porta.

Quantas portas você já deixou de abrir pelo medo de arriscar-se?

Para e pense em quantas vezes perdemos a liberdade e morremos por dentro, apenas por sentirmos medo
de abrir a porta de nossos sonhos?

È com essa mensagem que lhe desejo um Bom Dia HOJE!
Desejo também que comece vencer todos os medos, que te impedem de sonhar e realizá-los.

Pense nisso.

Tenha Um Bom Dia HOJE!



Sigmar Sabin

Postagens Recentes