Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

A Gazela e o Leão


Certa parábola africana conta o seguinte:  
Todos os dias a gazela acorda pela manhã. Ela sabe que deverá correr mais rápido que o mais rápido dos leões; caso contrário, será morta.
Um leão acorda todas as manhãs. Ele sabe que precisa ser mais rápido que a mais lenta das gazelas se não quiser morrer de fome.
Não importa se você é uma gazela ou um leão:
Quando o sol nasce, você precisa correr!
Agora, se você teve dificuldades para dar a volta por cima, então precisa manter-se em movimento.
Não importa o que fez você parar ou há quanto tempo você está inativo.
A única forma de quebrar o ciclo é encarar seus medos e tomar uma atitude, mesmo que ela seja pequena ou pareça insignificante. 
Muitas pessoas fracassadas ficam retidas no ciclo do medo. O mesmo acontece aos grandes empreendedores. A diferença é que os empreendedores, quando o sol nasce, começam a correr. 
Quando a questão é recuperar-se das feridas emocionais provocadas pelo fracasso, realmente não importa quão boa ou ruim seja sua história pessoal. A única coisa que importa é que você encare seu medo e comece a correr.
Recuse-se a se concentrar apenas na situação presente.
O que acontece quando nós ficamos presos ao sofrimento presente?
De duas uma, ou nós culpamos alguém, o que pode facilmente nos tornar amargos, ou nos afundamos na nossa autopiedade, o que nos paralisa. 
Nunca conseguiremos prosseguir em nossas vidas enquanto concentrarmos toda a nossa atenção em nossa dor presente.
Vamos, mova-se, aja. Prossiga!

Postagens Recentes