Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

sábado, 20 de março de 2010

A SUAVE ARTE DA BÊNÇÃO

Cada pensamento que temos e cada ação que empreendemos, torna-se parte da energia coletiva do planeta.

Quando usamos a nossa energia para levar luz ao mundo, ela se associa à luz trazida por outros para dispersar a escuridão.

Abençoar significa desejar incondicionalmente e da mais profunda câmara do seu coração, um bem ilimitado para outros.

Abençoar é reconhecer a beleza onipresente e universal, oculta dos olhos materiais. É ativar a lei da atração, que à distância, alcança o universo.

Ao fazer da Suave Arte da Bênção a sua prática espiritual diária, você aprende a enviar pensamentos e sentimentos e a curar outros. Isto o capacitará a difundir uma atmosfera de bondade, paz e cura onde quer que você vá. A atrair mais bondade, alegria e amor para a sua própria vida e para as vidas daqueles que estão a sua volta. A abrir possibilidades de cura nos corações daqueles controlados pela ganância, pelo egoísmo e pelo medo. A experienciar um maior sentimento de Unidade com toda a vida. A enaltecer a vida e o crescimento de todos os reinos da natureza – humano, animal, plantas e mineral.

Abençoar é o meio perfeito de desenvolver uma consciência constantemente centrada no amor.

Cada dia é uma bênção, e a cada momento há muitas coisas pelas quais podemos ser gratos.

O mundo se abre para nós quando vivemos em um espaço de gratidão.

Quando abençoamos, quando pedimos à Deus, pedimos a partir da fonte de toda a bondade.

Nós podemos compartilhar nossas experiências e compreensão com os outros, não de um espaço de condescendência, mas de conexão.

Quando escolhemos constantemente ser gratos, nós notamos que cada respiração é um milagre e cada sorriso se torna uma dádiva.

Nós começamos a compreender que as dificuldades são também lições inestimáveis.

O sol está sempre brilhando para nós quando somos gratos, ainda que ele esteja oculto atrás das nuvens em um dia chuvoso.

Viva em um estado de gratidão. A bênção da gratidão nos permite propagar a abundância, porque esta é a energia que emana de nossos seres. Porque o mundo sempre reflete para nós o que incorporamos.

Bênçãos adicionais inevitavelmente fluem em nosso caminho. Elas nos dão até mais pelo que sermos gratos. O Universo nos quer enviar bênçãos em abundância.

Quanto mais apreciamos a vida, mais a vida nos aprecia e nos concede mais prosperidade.

Oferecer uma bênção não é uma tarefa difícil. Nossos dias estão cheios de oportunidades intermináveis para praticarmos a arte da bênção. Uma bênção pode ser tão simples que muito freqüentemente nós tomamos por certo o ato de abençoar. A própria vida trabalha através de nós.

As bênçãos, antigas ou modernas, é uma parte importante de nossa fé na vida. Uma bênção é a ponte entre o céu e a terra.

A transmissão do divino que ocorre quando abençoamos é verdadeiramente um momento sagrado. Nós somos os portadores dos sonhos e dos desejos que podem ter se originado em gerações anteriores.

Nunca deixe passar um dia, de alguma maneira, que não evoquemos a visão do bem.

A arte da abundância chama a atenção para as pequenas bênçãos: para aquilo que podemos fazer: descobrirmos as alegrias e os tesouros esquecidos da simples vida diária.

Possamos apreciar e nos lembrarmos da Esquecida Arte da Bênção.

Permita que o Amor flua em sua vida.

As Bênçãos são dons espirituais para compartilhar com outros. Que você possa ser abundantemente abençoado!

NAMASTÊ

NÓS SOMOS UM

A Suave e Esquecida Arte da Bênção

Sasha T. Moore

Criando A Nossa Realidade



Outra conseqüência muito prática de nossa Unicidade, visto que tudo está interligado, é a de que nada acontece por acaso. Nossos pensamentos e crenças criam a nossa realidade. Nossos pensamentos são energia, e essa energia atrai pessoas, acontecimentos e oportunidades que "combinam" com essa energia e que ressoam com ela. Todo pensamento é uma oração. Tudo aquilo em que acreditamos, tudo o que desejamos, tememos ou esperamos, vamos atrair para nós.

Não existe isso de sorte, oportunidade, coincidência ou destino. Não existem acidentes. Ninguém está predestinado a nada a não ser ao destino que nós escolhemos (e este pode ser mudado). Algumas pessoas acreditam que, tendo escolhido o nosso roteiro de vida, simplesmente temos de vivê-lo exatamente como planejamos. Isso seria horrivelmente sem graça - e nos faria vítimas de nossas opções "passadas".

Na verdade, nem o passado nem o futuro são fixos. O momento presente é o nosso ponto de poder.

Dia após dia, momento a momento, criamos a nossa realidade: presente, passado e futuro. Todos são escritores, produtores, diretores e protagonistas de sua própria peça. Se você é promovido, se é considerado inútil, se abrir falência, ganhar na loteria, chegar a descobrir corrupções, ou se você for roubado, conscientize-se de que foi você quem criou cada situação. Cada qual é cem por cento responsável pela própria vida.

Imaginemos que Jean sustente a crença de que "a vida é uma luta". Ela acredita que tem uma má vizinhança e mantém todas as portas trancadas todo o tempo, e se vê como alguém que tem de lutar pela vida. Melanie, que mora na casa vizinha tem uma série diferente de crenças. Está convencida de que as pessoas são boas e amorosas; ela se diverte com as 'pichações nas paradas de ônibus e espera que a vida corra suavemente. Certa noite, um assaltante está procurando uma casa para assaltar.

Ele passa direto pela casa de Melanie - como se ele não se sentisse bem ali - e entra sorrateiramente pelo quintal da casa de Jean. Sem tomar consciência, o assaltante se sentiu atraído na direção da casa de Jean. Ser assaltada fazia parte das crenças de Jean. Assim, o ladrão, inconscientemente, desempenhou seu papel interpretando o roteiro de Jean, sujeitando-a a um assalto.

A realidade é um pensamento congelado. O mundo exterior é simplesmente um sistema de retomo. Ele reflete nossas crenças e atitudes pessoais, nossos desejos e receios, nossos pensamentos e sentimentos, nossas opções, nossas expectativas, nossos roteiros familiares e nossas agendas ocultas.

O mundo exterior espelha nosso mundo interior. Cada um de nós atrai as pessoas cujos roteiros se adaptem bem aos nossos roteiros pessoais. Tudo está interconectado - e, aconteça o que acontecer, trata-se de uma oportunidade para aprender e crescer.

Quando vivemos com um pé nos dois mundos, a nossa resposta a um assalto (ou a qualquer outro evento) pode parecer estranha às outras pessoas. Enquanto lidamos com os assuntos de ordem prática e damos vazão aos nossos sentimentos humanos naturais de raiva, tristeza e assim por diante, perguntamos a nós mesmos: "Como atraí este assalto para a minha vida?

Que mensagem eu estava tentando dar a mim mesmo? Quais foram as crenças, os medos ou programas ocultos que produziram isto? Que recompensa eu estava esperando secretamente? O que espero aprender com o fato?

Em outras palavras, assumimos responsabilidade pelo evento, reconhecendo que somos o roteiro da nossa própria peça. Dedicamos tempo para aprender com o que aconteceu, e depois, perdoamos a nós mesmos. Em vez de chorar e de lamentar-nos, em vez de ranger os dentes, sabemos que não criaríamos uma situação tão traumática se ela não contivesse uma importante lição para aprender.

Isso não significa culpar-se por (digamos) um assalto, mas assumir responsabilidade por ele - e sermos enredados por ele. Talvez você ainda esteja preso à idéia de um crescimento através da luta. Talvez a sua Criança interior ainda se veja como uma vítima e precise se curar. Talvez o seu espaço pessoal se sinta invadido, ou você tenha medo, ou tenha ressentimento e tristeza não resolvidos e esse acontecimento do assalto talvez tivesse por finalidade trazer à tona esses sentimentos. Talvez você precise de amor e apoio e aprendeu a pedi-los na condição de vítima.

Talvez você precise reconhecer sua própria escuridão, o seu lado da sombra, tal como foi refletido pelo assaltante. Ou talvez você precise lembrar a si mesmo que bens materiais de fato não são importantes. Seja qual for a mensagem, você estará determinado a ouvi-la e a executar qualquer ação necessária, quer seja interior ou exterior.

Adotar a magia de viver não oferece uma garantia de que sempre cresceremos através da alegria! No entanto, significa que estaremos muito menos poder. (Afinal, se "eles" fizeram isso a você, somente "eles" podem mudar a sua vida.)

Se pudermos descobrir a força e a coragem de dizer, "É verdade, fui estuprada quando criança, mas não vou violentar a mim mesma como adulta;' minha vida agora é propriedade minha, e a partir de agora vou curar a minha Criança interior e cuidar de mim mesma"; ou, "Escolhi ser negro numa sociedade de brancos e isso me põe diante de uma porção de desafios - mas vou considerar todos como iguais e ajudar a curar o racismo no mundo"; ou "Sempre atribuí meus maus relacionamentos ao fato de ser tão alto/baixo/gordo/magro/incompetente, mas vou assumir a responsabilidade pelos meus relacionamentos a partir de agora; escolho o meu corpo, ele faz parte de mim - e aprendo a amar a mim mesmo de verdade". Nesse momento, estamos recuperando o nosso poder.

Qual o grau de responsabilidade que você assume em sua vida? Você culpa os outros porque o tratam mal, ou por impedirem você de fazer o que quer? Você culpa a sua infância pelos problemas emocionais ou pelas dificuldades nos relacionamentos? Você alguma vez já culpou "a recessão" ou o "estado do mercado de imóveis" pela queda nos negócios ou pelo fato de ser incapaz de vender a sua casa? Você já culpou o seu corpo por se sentir mal consigo mesmo? Você alguma vez já sentiu pena de si mesmo?

Você se vê como "vítima" porque é mulher, ou porque é negro ou pobre, ou católico, judeu, ou alto, baixo - ou por qualquer outra razão? Sente que é "infeliz" se o pneu do seu carro furou ou porque recebeu uma multa de trânsito? Você se vê "pegando" resfriados ou gripes, ou sendo "vítima" de outras doenças? Talvez você deixe de assumir responsabilidade pelos seus sucessos? ("Oh, eu apenas tive sorte." "Os outros candidatos não estavam à altura." "Qualquer pessoa teria feito isso.")

Observe para ver onde costuma desperdiçar a sua energia e escreva uma afirmação assumindo plena responsabilidade pela sua vida".

Gill Edwards
Eu sou Dharma dhannya

A SEPARAÇÃO COMEÇOU

Amados Irmãos e Irmãs da Terra, a separação começou.

Gaia entrou no oitavo segmento de transformação; ela está num ponto em que não há volta.

A divisão começou no nível tridimensional e os grupos de frequências presentes no seu plano de existência estão sendo reagrupados.

De agora em diante, vocês verão mais sinais da divisão e reagrupamento manifestando-se na sua realidade.

Companhias dividir-se-ão, amigos pararão de se verem uns aos outros, famílias separar-se-ão, grupos serão divididos, etc..

E, ao mesmo tempo, vocês estarão testemunhando o oposto absoluto, vocês entrarão em grupos novos, sentir-se-ão mais próximos do que nunca de seus entes amados, família e amigos.

Esta mudança não é nem positiva nem negativa.
É existencial.

É uma etapa natural no processo de ascensão em massa.

A existência consiste somente de vibrações e, quando as vibrações que formam seu mundo mudam, sua realidade inteira muda também.

A nível de alma vocês sabem que no momento em que decidiram embarcar nesta jornada, vocês receberam da Consciência Infinita o poder de serem os arquitetos de seu destino.

Apenas por fazer o projeto, vocês põem em movimento uma energia poderosa/fluxos através de seu sistema que os levará à expansão da consciência.

Quando vocês mudam sua frequência de consciência para uma faixa superior, vocês alinham seu ser a vibrações mais altas, ancorando-as na sua realidade material, e assim ajudam Gaia em sua jornada para a quinta densidade.

Lembrem-se, dar e receber ocorre simultaneamente, então, quando vocês ajudam Gaia, vocês também estão sendo ajudados.

Quando ela fizer a ascensão, uma mudança monumental ocorrerá no universo, e vocês farão parte disto.

A última vez que ocorreu uma mudança desta magnitude em um mundo de terceira densidade foi há 21 bilhões de anos.

O Plano Divino para o todo não pode avançar sem vocês, sua individualidade lhes foi dada para o bem do todo e seu papel é absolutamente insubstituível.

Uma vez que vocês compreendam isto, vocês podem começar a ajudar os outros a entenderem a responsabilidade que eles têm neste ponto crucial na história humana.

Todos no seu mundo têm poder divino que eles não percebem que têm.

Os poderes divinos internos podem vir à superfície quando se começa a focalizar conscientemente a atenção no despertar desses poderes a partir do centro interno de sua consciência.

Ajudem os outros e ajudem Gaia dando o máximo de si mesmos, elevando sua frequência vibratória pessoal ao Princípio Criativo do Amor.

Isto exige uma transformação do seu ser, uma mudança intencional de atitudes da sua parte.

No final do processo de ascensão/separação de Gaia, dois portais interdimensionais abrir-se-ão, um levando à quinta densidade e o outro terminando na terceira densidade, sua consciência alinhar-lhes-á com o portal que melhor apóia a sua frequência de consciência mais dominante.

A re-união começou.
Pouco a pouco seu grupo de alma reunir-se-á.

No processo vocês podem se separar de outros, mas os momentos de compartilhamento e aprendizado que foram obtidos na companhia dos outros, sempre permanecerão em vocês como um presente..

EU SOU Emmanuel

©2009 Langa http://www.emmanuelmessages.com/

quarta-feira, 17 de março de 2010

"Nosso medo mais profundo é que somos
poderosos além de qualquer medida.

É a nossa luz, não as nossas trevas,
o que mais nos apavora.

Nós nos perguntamos: quem sou eu
para ser brilhante, maravilhoso,
talentoso e fabuloso?

Na realidade, quem é você para
não ser?

Você é filho do Universo.

Você se fazer de pequeno não ajuda
o mundo.

Não há iluminação em se encolher,
para que os outros não se sintam
inseguros quando estão
perto de você.

Nascemos para manifestar a glória
do Universo que está dentro de nós.

Não está apenas em um de nós:
está em todos nós.

E conforme deixamos nossa própria
luz brilhar, inconscientemente
damos às outras pessoas
permissão para fazer
o mesmo.

E conforme nos libertamos do
nosso medo, nossa presença,
automaticamente, libera
os outros."

Michelle Williamson

Hora do Reencontro de Almas


Vocês ainda dão muita importância para o que se fala; vocês ainda dão muita importância para o que se pode pegar, e não dão importância para o que não se pode pegar, pelo momento.

Vocês ainda dão muita importância para o verbo TER, enquanto que o único que tem importância é o verbo SER.

Vocês ainda conjugam na primeira pessoa (eu), quando já estamos no momento de conjugar na primeira pessoa do plural (nós), pois já não mais é um indivíduo em si mesmo, mas um conjunto de almas interiorizadas, mas UNIDAS.

É tempo de unir a família há tanto e tanto e tanto tempo dispersada pelo mundo.

Mas foi uma dispersão proposital, intencional, cujo objetivo era que cada um dessa família juntasse ao redor de si o máximo possível de almas que não conseguiam sequer imaginar que pudesse haver esse caminho de retorno à casa, de onde partiram um dia, sabendo o risco que corriam.

E o maior risco era o de esquecer esse caminho.
E foi o que aconteceu com muitas almas.

E é por isso que vocês aqui presentes, incluindo este canal, vieram.

Mas vocês conservaram em si um eixo de ligação um pouco mais firme o qual dará condição, como já tem dado a vocês, de se reunirem e reunirem outros da família, que também já trazem consigo outras almas que estavam perdidas.

Eu venho aqui hoje não para falar nada de novo, apenas para reafirmar o que vocês já têm em seus corações. Porém, de uma maneira ou de outra, ainda hesitam.

De uma maneira ou de outra, tentam segurar numa mão a corda que os leva para casa, mas a outra mão ainda está presa naquilo que vocês veem, naquilo que vocês pegam, naquilo que vocês acreditam ser a sua verdade.

Mas eu lhes digo que a Verdade está naquilo que vocês ainda não conseguem ver, ainda não conseguem pegar, mas que já faz parte do seu corpo físico, já faz parte de seu ambiente e já faz parte de sua vida, porque é a Verdade de sua vida de toda eternidade.

É muito importante o trabalho de divulgação, de abranger cada vez mais almas que estão sendo recrutadas pelas entidades da Luz, pelos Mestres da Luz, mas é importante que cada um de vocês tenha consciência da importância, não só de se interiorizar, mas de se unir às outras almas que também estão se interiorizando.

É da união dessas almas que se obterá a força e a potência indispensáveis ao trabalho que está sendo realizado.

Eu, Alpha, que já me expressei antes, devo voltar outras vezes. Mas mesmo quando não estou falando por intermédio deste canal, estou presente e acompanho as ações.

É importante que vocês tenham sempre a conexão com seu Guardião, com o Arcanjo ou Mestre de sua simpatia, desde que vocês acordam até quando vocês deitam.

Estamos aqui não só para ajudar; mas porque precisamos de vocês para levar a cabo esse processo que já se desencadeou.

Despeço-me por hora, pois o canal precisa de mais preparo para receber este tipo de mensagem e para deixá-lo na leveza e alegria, sem provocar qualquer dano ou desconforto. Tudo deve ser feito passo a passo, na medida do possível, e no ritmo de cada um.

Nenhum de vocês deverá querer forçar o ingresso de qualquer alma nesse caminho sem que ela esteja preparada.

Vocês devem irradiar a Luz que recebem, porque Ela é enviada de toda a galáxia por muitas entidades da Luz. Ela não deve ser tomada como propriedade individual e individualista.
Ela é irradiada para atingir o maior número possível de almas.

Despeço-me agora, mas deixo meu amor,
minha bênção, minha irradiação de Luz.

Uma Mensagem de ALPHA
Canalizada por Célia
http://blogsintese.blogspot.com/
SP 16 de Março de 2010

Postagens Recentes