Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

terça-feira, 30 de agosto de 2016

6 Dicas para Criar um Escudo contra as Energias Negativas


Todos nós sabemos, as energias negativas são uma das preocupações do ser humano.
Procurar fugir delas é complicado. Elas nos alcançam em qualquer lugar do planeta.
Mas, podemos nos defender, começando a tomar uma série de atitudes e providências.
Abaixo, seguem seis dicas pessoais para começar a combatê-las.

1. NÃO TEMER NINGUÉM
Uma das armas mais eficazes na subjugação de um ser é impingir-lhe o medo.
Sentimento capaz de uma profunda perturbação interior, vindo até a provocar verdadeiros rombos na aura, deixando o indivíduo vulnerável a todos os ataques.
Temer alguém significa colocar-se em posição inferior, temer significa não acreditar em si mesmo e em seus potenciais, temer significa falta de fé.
O medo faz com que baixemos o nosso campo vibracional, tornando-nos assim vulneráveis às forças externas. Sentir medo de alguém é dar um atestado de que ele é mais forte e poderoso. Quanto mais você der força ao opressor, mais ele se fortalecerá.

2. NÃO SINTA CULPA
Assim como o medo, a culpa é um dos piores estados de espírito que existem.
Ela altera nosso campo vibracional, deixando nossa aura (campo de força) vulnerável ao agressor..
A culpa enfraquece nosso sistema imunológico e fecha os caminhos para a prosperidade.
Um dos maiores recursos utilizados pelos invejosos é fazer com que nos sintamos culpados pelas nossas conquistas.
Não faça o jogo deles e saiba que o seu sucesso é merecido.
Sustente as suas vitórias sempre!

3. ADOTE UMA POSTURA ATIVA
Nem sempre adotar uma postura defensiva é o melhor negócio. Enfrente a situação.
Lembre-se sempre do exemplo do cachorro: quem tem medo do animal e sai correndo, fatalmente será perseguido e mordido.
Já quem mantém a calma e contorna a situação pode sair ileso.
Ao invés de pensar que alguém pode influenciá-lo negativamente, por que não se adiantar e influenciá-lo beneficamente?
Ou será que o mal dele é mais forte que o seu bem?
Por que será que nós sempre nos colocamos numa atitude passiva de vítimas?
Antes que o outro o alcance com sua maldade, atinja-o antecipadamente com muita luz e pensamentos de paz, compaixão e amor.

4. FIQUE SEMPRE DO SEU LADO
A maior causa dos problemas de relacionamentos humanos é a "Auto-Obsessão".
A influência negativa de uma pessoa sobre outra sempre existirá enquanto houver uma idéia de dominação, de desigualdade humana, enquanto um se achar mais e outro menos, enquanto nossas relações não forem pautadas pelo respeito mútuo.
Mas grande parte dos problemas existe porque não nos relacionamos bem com nós mesmos.
'Auto-Obsessão' significa não se gostar, não se apoiar, se auto boicotar, se desvalorizar, não satisfazer suas necessidades pessoais e dar força ao outro, permitindo que ele influencie sua vida, achar que os outros merecem mais do que nós.
Auto - obsequiar-se é não ouvir a voz da nossa alma, é dar mais valor à opinião dos outros.
Os que enveredam por esse caminho acabam perdendo a sua força pessoal e abrem as portas para toda as pessoas dominadoras e energias de baixo nível.
A força interior é nossa maior defesa.

5. SUBA PARA POSIÇÕES ELEVADAS
As flechas não alcançam o céu.
Coloque-se sempre em posições elevadas com bons pensamentos, palavras, ações e sentimentos nobres e maduros.Uma atmosfera de pensamentos e sentimentos de alto nível faz com que as energias do mal, que têm pequeno alcance, não o atinjam.Essa é a melhor forma de criar 'incompatibilidade' com as forças do mal e energias incompatíveis não se misturam.

6. FECHE-SE ÀS INFLUÊNCIAS NEGATIVAS
As vias de acesso pelas quais as influências negativas podem entrar em nosso campo são as portas que levam à nossa alma, ou seja, a 'mente' e o 'coração'.
Além de manter o coração e mente sempre resguardados das energias dos maus pensamentos e sentimentos negativos, fuja das conversas negativas, maldosas e depressivas.
Evite lugares densos e de baixo nível.
Quando não puder ajudar, afaste-se de pessoas que não lhe acrescentam nada e só o puxam para o lado negativo da vida.
O mesmo vale para as leituras, programas de televisão, filmes, músicas e passatempos de baixo nível.

"A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação."


Autor desconhecido

terça-feira, 10 de maio de 2016

"A verdadeira felicidade não é a ausência de sofrimento; não se pode esperar que todos os dias sejam alegres e tranquilos! A verdadeira felicidade consiste de formar uma identidade tão sólida que continue sempre digna e indomável como um palácio imponente, faça sol ou faça chuva."
-Daisaku Ikeda-

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Enquanto o Sol não desistir de renascer.

Há ocasiões em nossa vida que a noite parece interminável.

É assim quando todas as esperanças parecem ter ido procurar refúgio em algum lugar, menos no nosso coração.

Não somamos nossas alegrias como somamos nossos problemas.

Quando passamos por um caminho difícil, fazemos uma revisão do que vivemos e temos vivido e somamos as dores, que parecem crescer a cada lembrança.

Se, inversamente, fizéssemos o mesmo com nossos momentos de alegria, encontraríamos razões a mais para viver e forças suplementares para sobreviver aos impasses da vida.

Por mais longa que seja a noite, por mais lento que tenha sido o relógio e por mais dolorido que tenha estado nosso coração, o sol nasce novamente.

Pouco importa se no dia seguinte ele estará ainda encoberto por nuvens, ele não estará encoberto eternamente.

A certeza de que algo de bom e bonito existe nos faz guardar ainda acesa a chama dentro do coração.

Se o sol vai e volta, a lua some e reaparece, as marés baixam e sobem, não há razões para que na vida não demos a volta por cima.

A natureza é a prova viva de que tudo está em movimento sempre e nós fazemos parte dessa paisagem idealizada e plantada por Deus.

Tudo é passageiro, as alegrias vêem e vão, mas o sofrimento também, até mesmo aquele que se instala no mais profundo do nosso ser, ele também se acalma e deixa um lugarzinho aberto para a doçura de viver.


Não podemos desistir de ser felizes enquanto o sol não desistir de renascer.

domingo, 24 de abril de 2016

No barco da vida.

Imaginemos que estamos em um barco em mar aberto, e que a nossa vida  representa este mar e este barco.
Quantas vezes temos um mar calmo onde nosso barco passeia livre e feliz,  nos sentimos leves e livres de qualquer dificuldade.
Neste momento sempre pensamos, como sou feliz e como a vida é bela.
Mas se neste passeio calmo e sereno pela vida em mar aberto,  nos deparamos com a tempestade do caminho, nos deixamos levar pelos maus pensamentos e sentimentos, onde achamos que nada valeu e que nosso esforço foi ilusão.
Caímos muitas vezes em depressão e debilitamos nosso corpo físico  e espiritual, porque ainda não aprendemos que as tempestades são passageiras e que também nos fazem aprender e a evoluir.
Assim devemos todos os dias agradecer pelo mar que temos  e pelo barco que construímos, porque desta forma estaremos em crescimento constante, onde a cada dia poderemos construir para nós um lindo por do sol ou uma tempestade onde o nosso mar nos  proporcionará a oportunidade do aprendizado da vida.

domingo, 17 de abril de 2016

A vida não tem manual

Sabe qual é o grande mistério da vida? É que só se aprende a viver, vivendo. E cada vida é única! Seria muito fácil se os erros da vida dos outros e os aprendizados pudessem transferidos de pessoa em pessoa. Acontece que errar faz parte da vida, só não erra quem nada faz.

O grande problema de errar, é ver nos erros um fracasso de onde nenhuma lição se pode tirar. São os erros que cometemos que faz de cada um de nós pessoas singulares, únicas. Muitas vezes nos apegamos tanto aos erros, que passamos a vida tentando corrigi-los sem nunca parar para pensar o que podemos aprender com os erros e como acertar da próxima vez.

O tempo não para. A vida não volta atrás. E vamos continuar errando. Só não podemos nos dar o luxo de cometer sempre os mesmo erros. Há muitas maneiras diferentes de errar, e cada uma nos traz uma lição. A vida não vem com manual, e se pudéssemos escrever um manual no fim da vida, não serviria para ninguém além de nós mesmos. Todos somos diferentes.


Não se condene pelos maus passos que deu no passado. Mas olhe para trás, veja onde está pisando e escolha muito bem o seu caminho no futuro.
Não tenha medo de dar um grande passo quando for necessário.
É impossível cruzar um abismo com dois ou mais pequenos saltos.
(David Lloyd George)
  
Hoje, pensando sobre o que poderia fala com você, que mensagem seria importante deixar aqui hoje.
Então num belo e raro domingo de sol, olhando uma bela paisagem duma chácara que visitei...
Parei para refletir sobre essa tarefa e me veio à recordação uma conversa que tive na semana passada.

Nessa conversa com uma pessoa que me procurou para pedir uma orientação. Nessa conversa, tive a nítida impressão de que o medo estava paralisando aquela pessoa.

Como é um assunto que aflige muitas pessoas. Hoje resolvi que vou tratar desse assunto com você.

Você certamente sente, ou já sentiu medo de alguma coisa, não é?

Então, vamos encarar a situação com naturalidade.
Afinal de contas o medo pode ser saudável, quando nos ajuda preservar a vida.

Mas, muitas situações nos expõem à sensação de medo. Um clima de competição no mundo profissional.
O medo do novo. Medo das pessoas. Medo de fracassar. Medo do desconhecido.

E até onde, o medo é a grande desculpa para não tentarmos?

Pois é certo que, de cada dez desculpas que você ouve, nove têm uma grande razão:
O MEDO, que é um veneno paralisante, terrível!

O medo paralisa, consome todas as nossas energias, descarrega a bateria, desgasta e, mesmo quando você faz algo que gosta muito, você sempre se perturbará com o medo de que não esteja fazendo as coisas como deveria. Ele põe tudo a perder.

Não adianta tentar disfarçá-lo, pois, se você estiver com medo, não conseguirá fazer nada construtivo.
Só eliminando-o é que você conseguirá convencer uma pessoa.

O medo do fracasso pode limitar uma pessoa. Isso pode acabar com ela como indivíduo.
Se uma pessoa se preocupa sempre com o fracasso, vai ficar tão ansiosa que terminará fracassando.

O medo cria dificuldades imaginárias.
E ainda mais, medo é contagioso e se alimenta dele mesmo e se multiplica.
Todo mundo percebe quando você está com medo de enfrentar algum desafio.

Quero ilustrar essa situação, com uma pequena parábola, que talvez você já conheça:

Numa terra em guerra havia um rei que causava espanto.

Sempre que fazia prisioneiros, não os matava: Levava-os a uma sala onde havia um arqueiro do lado de uma imensa porta de ferro, sobre a qual se viam gravadas figuras de caveiras cobertas por sangue.

Nesta sala ele os fazia enfileirar-se em círculo e dizia-lhes então:

- Vocês podem escolher entre morrer a flechadas por meus arqueiros ou passarem por aquela porta que será trancada logo após sua passagem.

Todos escolhiam serem mortos pelos arqueiros.

Ao terminar a guerra, um soldado que por muito tempo servia ao rei se dirigiu ao soberano:

- Senhor, posso lhe fazer uma pergunta?

- Diga soldado.

O que havia por detrás da assustadora porta?

- Vá e veja você mesmo.

O soldado então abre vagarosamente a porta e, na medida em que o faz, raios de sol vão adentrando e
clareando o ambiente. E, finalmente, ele descobre surpreso, que a porta se abria sobre um caminho que
conduzia à LIBERDADE!

O soldado, admirado, apenas olha seu rei, que diz:

- Eu dava a eles a escolha, mas preferiram morrer a se arriscar a abrir esta porta.

Quantas portas você já deixou de abrir pelo medo de arriscar-se?

Para e pense em quantas vezes perdemos a liberdade e morremos por dentro, apenas por sentirmos medo
de abrir a porta de nossos sonhos?

È com essa mensagem que lhe desejo um Bom Dia HOJE!
Desejo também que comece vencer todos os medos, que te impedem de sonhar e realizá-los.

Pense nisso.

Tenha Um Bom Dia HOJE!



Sigmar Sabin

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Valor da Vida

Não duvide do valor da vida, da paz, do amor, do prazer de viver, em fim, de tudo que faz a vida florescer. Mas duvide de tudo que a compromete. Duvide do controle que a miséria, ansiedade, egoísmo, intolerância e irritabilidade exercem sobre você.

Quando somos abandonados pelo mundo, a solidão é superável; quando somos abandonados por nós mesmos, a solidão é quase incurável.
Sábio é o ser humano que tem coragem de ir diante do espelho da sua alma para reconhecer seus erros e fracassos e utilizá-los para plantar as mais belas sementes no terreno de sua inteligência.

Ser livre é não ser escravo das culpas do passado nem das preocupações do amanhã. Ser livre é ter tempo para as coisas que se ama. É abraçar, se entregar, sonhar, recomeçar tudo de novo. É desenvolver a arte de pensar e proteger a emoção. Mas, acima de tudo, ser livre é ter um caso de amor com a própria existência e desvendar seus mistérios.

Se seus sonhos são pequenos, sua visão será pequena, suas metas serão limitadas, seus alvos serão diminutos, sua estrada será estreita, sua capacidade de suportar as tormentas será frágil. Os sonhos regam a existência com sentido.

-Augusto Cury-

sábado, 9 de abril de 2016

Um Sol diferente

Que apesar de todas as dificuldades, apesar de algumas tristezas que insistem, que mesmo com essa montanha erguida, o sol possa ser seu presente mais doce.
Desejo ao seu coração o querer que ele quer.
Que nas palavras que ele sussurra dentro do seu peito, sejam ouvidas aquelas que têm sabor de liberdade.
Que você esteja atento para o sopro da sua vontade real, e jamais desista dos seus passos em direção à verdade.
Desejo que a sua percepção acorde mais plena no calor de um sol novo e renovador.
Que ele lhe encoraje às atitudes que estão querendo respirar.
Aquelas que sempre são substituídas.
Aquelas que não se arrojam por ter os pesos de conceitos por demais antigos.
Desejo que você aceite seu tempo, seja ele qual for.
Que sinta serenidade na espera necessária para que a semente plantada brote no tempo certo.
Desejo então que sua flor seja inteira, e mesmo que inicialmente pequena e frágil, ela lhe traga as luzes de uma estrada azul.
Que a sua sabedoria esteja despertada aguardando com tranquilidade o desabrochar da sua flor. Em paz, em cadência ritmada com o aprendizado que vem chegando.
Em mais suaves permissões a você. Em muito mais reconhecimento da sua coragem.
Desejo a você um sol diferente.
Espalhando seu sorriso pela densidade das nuvens, simplificando o aspecto complicado de alguns momentos e mostrando-lhe a fonte essencial para sua sede.
Desejo que a cada instante você desnude mais seu coração e deixe que nele vibre em tom maior: O AMOR
O amor na sua expressão mais simples.
Que não mede, não faz contas e que tem o poder de lhe erguer acima de todas as montanhas escuras

Sejamos maiores que a indiferença.

Durante todo nosso dia cruzamos com inúmeras pessoas, sejam conhecidas ou desconhecidas, certamente não nos relacionamos interpessoalmente com a maioria delas. Temos nossas vidas cheias de problemas a serem resolvidos, em casa ou no trabalho, e quase ninguém tem tempo de ouvir quem está ao lado.

Somos seres tão pequenos que muitas vezes ignoramos a importância da comunicação com as diversas pessoas que nos rodeiam, simplesmente por valorizamos mais a nossa própria vida que a de qualquer outra pessoa que esteja perto. Cada vez mais associamos a felicidade ao prazer pessoal, inutilizando completamente as inúmeras pessoas a nossa volta que às vezes necessitam apenas ouvir um bom dia para se sentir feliz.

A indiferença é um dos sentimentos mais dolorosos, já imaginou viver cercado de pessoas sem ninguém direcionar nenhuma palavra a você? Milhares de pessoas vivem diariamente esta situação, se transformando em seres insignificantes para a sociedade porque um simples diálogo não trará nenhum benefício material a quem doar um pouco do seu tempo com eles.


Não sejamos indiferentes com as pessoas que nos rodeiam, muitas vezes receber um simples sorriso pode ser a única coisa que faltava para tal pessoa conseguir seguir em frente.

Revolução da Alma

Ninguém é dono da sua felicidade, por isso não entregue a sua alegria, a sua paz, a sua vida nas mãos de ninguém, absolutamente ninguém.


Somos livres, não pertencemos a ninguém e não podemos querer ser donos dos desejos, da vontade ou dos sonhos de quem quer que seja. A razão de ser da sua vida é você mesmo.


A sua paz interior deve ser a sua meta de vida; quando sentir um vazio na alma, quando acreditar que ainda falta algo, mesmo tendo tudo, remeta o seu pensamento para os seus desejos mais íntimos e busque a divindade que existe dentro de si.


Pare de procurar a sua felicidade cada dia mais longe! Não tenha objetivos longe demais das suas mãos, abrace aqueles que estão ao seu alcance hoje.


Se está desesperado devido a problemas financeiros, amorosos ou de relacionamentos familiares, busque no seu interior a resposta para se acalmar, você é reflexo do que pensa diariamente.


Pare de pensar mal de si mesmo, e seja o seu próprio melhor amigo, sempre. Sorrir significa aprovar, aceitar, felicitar. Então abra um sorriso de aprovação para o mundo, que tem o melhor para lhe oferecer.


Com um sorriso as pessoas terão melhor impressão sua, e você estará afirmando para si mesmo, que está "pronto" para ser feliz.


Trabalhe, trabalhe muito a seu favor. Pare de esperar que a felicidade chegue sem trabalho. Pare de exigir das pessoas aquilo que nem você conquistou ainda.


Agradeça tudo aquilo que está na sua vida, neste momento, incluindo nessa gratidão, a dor. A nossa compreensão do universo ainda é muito pequena para julgarmos o que quer que seja na nossa vida.



-Aristóteles-

quinta-feira, 31 de março de 2016

A lição do jardineiro

Um dia, o executivo de uma grande empresa contratou, pelo telefone,
um jardineiro autônomo para fazer a manutenção do seu jardim.
Chegando em casa, o executivo viu que estava contratando um garoto de apenas 15 ou 16 anos de idade.
Contudo, como já estava contratado,ele pediu para que o garoto executasse o serviço.
Quando terminou, o garoto solicitou ao dono da casa permissão para utilizar o telefone
e o executivo não pôde deixar de ouvir a conversa.
O garoto ligou para uma mulher e perguntou:
"A senhora está precisando de um jardineiro?"
"Não. Eu já tenho um", foi a resposta.
"Mas, além de aparar a grama, frisou o garoto, eu também tiro o lixo."
"Nada demais, retrucou a senhora, do outro lado da linha.
O meu jardineiro também faz isso."
O garoto insistiu:
"eu limpo e lubrifico todas as ferramentas nofinal do serviço."
"O meu jardineiro também, tornou a falar a senhora."
"Eu faço a programação de atendimento, o mais rápido possível."
"Bom, o meu jardineiro também me atende prontamente.
Nunca me deixa esperando. Nunca se atrasa."
Numa última tentativa, o menino arriscou:
"o meu preço é um dos melhores."
"Não", disse firme a voz ao telefone. "Muito obrigada!
O preço do meu jardineiro também é muito bom."
Desligado o telefone, o executivo disse ao jardineiro:
"Meu rapaz, você perdeu um cliente."
"Claro que não", respondeu rápido.
Eu sou o jardineiro dela.
Fiz isto apenas para medir o quanto ela estava satisfeita comigo."
Em se falando do jardim das afeições, quantos de nós teríamos a coragem
de fazer a pesquisa deste jardineiro?
E, se fizéssemos, qual seria o resultado?
Será que alcançaríamos o grau de satisfação da cliente do pequeno jardineiro?
Será que temos, sempre em tempo oportuno e preciso, aparado as
arestas dos azedumes e dos pequenos mal-entendidos?
Estamos permitindo que se acumule o lixo das mágoas e da
indiferença nos canteiros onde deveriam se concentrar as flores da afeição mais pura?
Temos lubrificado, diariamente, as ferramentas da gentileza, da
simpatia entre os nossos amores, atendendo as suas necessidades e carências,com presteza?
E, por fim, qual tem sido o nosso preço?
Temos usado chantagem ou, como o jardineiro sábio, cuidamos das mudinhas das afeições
com carinho e as deixamos florescer, sem sufocá-las?

autoria desconhecida 

--

quarta-feira, 30 de março de 2016

Acredite na vida.

Acreditar que a nossa vida não é melhor ou pior do que a de ninguém. Nunca sentir-se maior ou menor, mas igual. Fazer o bem sem olhar à quem e não esperar nada em troca, é uma maneira de encontrar a felicidade.
  
Procurar sorrir sempre, mesmo diante das dificuldades e não se envergonhar das lágrimas, diante da necessidade, é outra maneira de irmos ao encontro dela. Ser humilde, prestar favores sem recompensas, abrir as mãos e oferecer ajuda, é uma maneira de buscar a felicidade.
  
Chorar e sofrer, mas lutar e procurar vencer, sem deixar o cansaço te derrotar, nem o desânimo ou o preconceito te dominar, é uma maneira de ganhar a felicidade. Aprender à defender seus ideais e a amar seus semelhantes, à conquistar seus amigos pelo que é e não pelo que queiram que seja, é mais uma maneira de abraçar a felicidade.
  

Saber ganhar e saber perder, é uma rara conquista, mas você consegue. Tenha fé, acredite em Deus!!! Viva cada momento de sua vida como se fosse o último. Faça de sua vida uma conquista de vitórias, uma virtude e aproveite tudo o que ela te der como oportunidade. Mesmo sofrendo, sofra amando. Pois é através do amor que você encontrará as chaves para abrir as portas da felicidade...

Atitudes na vida!

Perguntaram a Mahatma Gandhi quais são os fatores que destroem os seres humanos. Ele respondeu:

A Política, sem princípios. o Prazer, sem compromisso. a Riqueza, sem trabalho. a Sabedoria, sem caráter. os negócios, sem moral. a Ciência, sem humanidade. a Oração, sem caridade.”

E continuou:


A vida me ensinou que as pessoas são amigáveis, se eu sou amável.
que as pessoas são tristes, se estou triste.
que todos me querem, se eu os quero.
que todos são ruins, se eu os odeio.
que há rostos sorridentes, se eu lhes sorrio.
que há faces amargas, se eu sou amargo.
que o mundo está feliz, se eu estou feliz.
que as pessoas ficam com raiva quando eu estou com raiva.
que as pessoas são gratas, se eu sou grato.

A vida é como um espelho: se você sorri para o espelho, ele sorri de volta.

A atitude que eu tomar perante a vida é a mesma que a vida vai tomar perante mim.”


“Quem quer ser amado, ame.”

Mostre-se


A maior parte das suas dores acontece porque você esconde alguns sentimentos. Quando você sente medo, seja lá do que for, os outros podem saber, sim. Não é vergonhoso sentir medo: ele é só um sinal de autoproteção.


Quando você sente raiva, expresse-a! Ela é um sentimento tão natural quanto a afeição. Se você pode dizer a alguém que o quer bem, por que não pode dizer-lhe que sente raiva também?


Se no seu coração existem mágoas, lave-o! Fale sobre elas com quem magoou você. Não deixe que elas corroam sua alma e seu espírito. Muitas vezes a pessoa nem sabe o quanto magoou e, se você lhe disser, talvez vocês tenham a chance de, em conjunto, esclarecer algo pequeno que pareceu tão grande.


Se é ressentimento o que sente, por que esconde-lo?
O ressentimento, depois de expressado, fica mais leve para quem o sente e, um dia, desaparece. Quando menos esperar você notará que veio o perdão em seu lugar.


Se há depressão, há outros caminhos diferentes da opção pelo isolamento. Escolha ouvidos amigos, fale e abra-se para ouvir as respostas, sejam elas quais forem. Mesmo que venham palavras pouco agradáveis de ouvir, elas podem ser o gancho para trazer-lhe de volta a alegria de viver, a capacidade para enxergar que nem tudo são trevas.


Amigo não é só aquele que lhe empresta o ombro para chorar:
Muito mais amigo é aquele que traz o tapa que desperta, que o faz acordar para a Vida. Não há ninguém neste mundo que nunca foi ferido, magoado, machucado. E também não há quem não conheça a alegria de retornar ao porto da felicidade. Você será entendido e compreendido.



Esteja você como estiver, não se esconda! Mostre-se! Todo sentimento tem seu próprio e real valor. Ponha a boca no mundo! Não há barreiras que possam impedi-lo de encontrar AMOR!
Por vezes custa muito aceitarmos a realidade da vida. Lutamos para que tudo seja perfeito e acabamos percebendo que poucas coisas são como esperamos. A verdadeira sabedoria está em sabermos lidar com tudo o que o dia a dia nos reserva e tirarmos proveito daquilo que realmente vale a pena.


As pessoas que nos rodeiam, por mais que nos amem, acabam sempre por nos magoar. Até a melhor das amizades em algum momento nos decepciona. Aprendermos a perdoar o que os outros nos fazem é o primeiro passo para vivermos em paz com nós mesmos.



Sentiremos ao longo do tempo que tudo muda e que aqueles que nos são importantes também. Percebermos a imprevisibilidade da nossa existência fará de nós humanos mais estáveis. Nada estranharemos à medida que formos crescendo e acumulando mais experiência. Por mais dolorosos que sejam certos acontecimentos, eles sempre nos ensinarão algo e nunca serão em vão.
Hoje, sua tarefa especial é: amar a si e aos outros tais como são. Para isso, procure dar liberdade para que sejam e atuem como quiserem. Com amor verdadeiro, mostre o que é correto através de seu próprio exemplo e de palavras de sabedoria. Mas seja capaz de ir além caso os outros queiram seguir o seu próprio caminho. Enquanto existir amor haverá aceitação.”

Anjo Guardião, Brahma Kumaris Academia por um Mundo Melhor,
"Muitas pessoas tem o hábito de viver no passado ou viver no futuro. Mas o passado e o futuro não estão nas mãos delas. Elas acabam não apreciando nem o passado nem o futuro. Elas vivem num mundo de sonhos, imaginações e ilusões. Precisamos estar conscientes do presente. Precisamos tornar o momento presente o melhor momento. Este momento é resultado do momento que recém passou. Da mesma forma, o próximo momento será consequência do momento presente. Precisamos nos lembrar de estar presente no presente e apreciar a vida presente."

G. Surendran, Positive Life, Sapna book House, Bangalore


Brahma Kumaris
Uma psicóloga falando sobre gerenciamento do estresse em uma palestra levantou um copo d'água. Todos pensaram que ela perguntaria "Meio cheio ou meio vazio?". Mas com um sorriso no rosto ela perguntou "Quanto pesa este copo de água?"

As respostas variaram entre 100 e 350g.

Ela respondeu:
"O peso absoluto não importa. Depende de quanto tempo você o segura. Se eu segurar por um minuto, não tem problema.
Se eu o segurar durante uma hora, ficarei com dor no braço. Se eu segurar por um dia meu braço ficará amortecido e paralisado. Em todos os casos o peso do copo não mudou, mas quanto mais tempo eu o segurava, mais pesado ele ficava".

Ela continuou:
"O estresse e as preocupações da vida são como aquele copo d'água. Eu penso sobre eles por um tempo e nada acontece. Eu penso sobre eles um pouco mais de tempo e eles começam a machucar. E se eu penso sobre eles durante o dia todo me sinto paralisada, incapaz de fazer qualquer coisa".

Então lembre-se de "largar o copo".


Autor desconhecido
Uma hora ou outra o destino se ajeita, as coisas se acertam, o passado é esquecido, as dores cicatrizam.
Quem tem que ficar fica o que é verdadeiro permanece, e o que não é some.
Não tenha pressa, não guarde mágoas, não queira pouco...
Sempre queira o melhor.
Espere na sua.
Aprenda a ser paciente.
Aprenda a ouvir uma boa música quando a tristeza bater.
Aprenda a ignorar o que te faz mal.
Aprenda, sobretudo a ter fé. Fé de que, por mais difícil que seja, o universo sempre irá conspirar a seu favor.


Autoria desconhecida

O erro

Quem é que nunca fez nada de errado?
Naturalmente, todos nós, algumas vezes na vida, cometemos erros, seja intencionalmente ou não.
O erro faz parte do aprendizado.
Por trás de todo erro está a ignorância, o orgulho, ou o egoísmo.
O ignorante erra por desconhecer, o orgulhoso por se julgar mais importante do que as demais pessoas e o egoísta por pensar somente em si.
O que caracteriza o erro não são os padrões sociais ou as diretrizes éticas estabelecidas, mas sim suas consequências sobre o indivíduo e a sociedade.
O que torna algum gesto desacertado são os seus efeitos malignos.
Erramos quando nossos atos ferem alguém. Quando invadimos o direito à felicidade do próximo. Quando destruímos, ao invés de construir.
Numa palavra, erramos sempre que geramos sofrimento para os outros ou para nós mesmos.
Por estar vinculado ao sofrimento, vemos que o erro não é um bom negócio.
Entretanto, se formos sábios, saberemos tirar frutos dele.
De uma forma muito especial, Deus sempre cuida para que, dos nossos equívocos, tiremos algo de bom.
Isto acontece por meio da Lei de Causa e Efeito, que faz com que todo o bem, como todo o mal realizado retorne ao seu realizador.
No campo dos sofrimentos isto se chama expiação.
Mas para tornar o processo menos penoso, podemos recorrer ao arrependimento e à reparação.
Arrepender-se é, portanto, o primeiro passo na correção de um desatino.
Existem pessoas que só se arrependem dos seus erros quando estão colhendo as consequências.
Quanto mais demoramos a nos arrepender, mais sofremos.
O arrependimento deve provocar um desejo de reparação, que consiste em fazer o bem a quem se havia feito mal.
Mas nem todas as faltas implicam em prejuízos diretos e efetivos.
Quer dizer, nem sempre teremos de expiar, ou sofrer.
Nesses casos, a reparação se opera fazendo-se o que deveria e foi negligenciado. Cumprindo deveres desprezados, missões não preenchidas.
Quem tem sido orgulhoso, buscará tornar-se humilde. O rude procurará ser amável. O ocioso passará a ser útil e o egoísta, caridoso.
Costuma-se dizer que errar é humano.
Nós poderíamos inverter o raciocínio dizendo que corrigir erros é que é humano, pois o homem não pode desprezar a sua fantástica capacidade de racionalização ao persistir em atitudes que somente o infelicitam.
Reconhece-se, então, o homem de bem pela capacidade com que ele substitui seus defeitos por virtudes superiores.

* * *
Os efeitos dos nossos atos se estendem, muitas vezes, para além da existência atual.
Isso explica os sofrimentos atuais, cujas causas não se encontram no presente.
Várias vezes estamos recebendo hoje os efeitos de nossos atos de vidas passadas.
Nenhum Espírito atinge a perfeição, sem antes reparar os erros do seu caminho evolutivo.
Por isso, hoje é o dia de fazer o melhor!
Redação do Momento Espírita.


Autor: Momento Espírita

Equilibrando as emoções negativas

O que é uma emoção negativa?
 
Uma emoção que é tóxica ao corpo e que interfere com o seu equilíbrio e o funcionamento harmonioso.

Medo, ansiedade, raiva, rancor, tristeza, ódio ou intensa antipatia, ciúme, inveja – são emoções que interrompem o fluxo de energia através do corpo, afetam o coração, o sistema imunológico, a digestão, a produção dos hormônios e assim por diante.

Até mesmo a medicina tradicional, embora ela saiba ainda muito pouco sobre como o ego opera, está começando a reconhecer a ligação entre os estados emocionais negativos e a doença física.

Uma emoção que faz mal ao corpo também infecta as pessoas com quem você entra em contato e, indiretamente, através de um processo de reação em cadeia, inúmeros outros que você nunca encontra.

Há um termo genérico para todas as emoções negativas: infelicidade.

Será que as emoções positivas têm, então, o efeito oposto no corpo físico?
Será que elas fortalecem o sistema imunológico, revigoram e curam o corpo?

Ela o fazem, na verdade, mas precisamos diferenciar entre as emoções positivas que são geradas pelo ego e as emoções mais profundas que emanam do seu estado natural de conexão com o Ser.

As emoções positivas geradas pelo ego já contêm em si mesmas o seu oposto em que elas podem rapidamente se transformar. Aqui estão alguns exemplos:

- O que o ego chama de amor é a possessividade e o apego, que pode se transformar em ódio em questão de segundos.

- A expectativa sobre um evento futuro, que é a supervalorização do ego sobre o futuro, transforma-se facilmente em seu oposto – decepção ou desânimo – quando o evento termina ou não preenche as expectativas do ego.

- Louvor e reconhecimento o fazem se sentir vivo e feliz um dia; ser criticado ou ignorado o tornam deprimido e infeliz no seguinte.

- O prazer de uma grande festa se transforma em frieza e ressaca na manhã seguinte.

Emoções geradas pelo ego são derivadas da identificação da mente com fatores externos que são, é claro, instáveis e sujeitos a alterações a qualquer momento. As emoções mais profundas não são realmente emoções, sob qualquer condição, mas estados do Ser.

As Emoções existem no reino dos opostos. Os Estados do Ser podem ser obscurecidos, mas eles não têm oposto. Eles emanam de dentro de você como o amor, a alegria e a paz, que são aspectos de sua verdadeira natureza.


-Eckhart Tolle-
Honestidade existe quando não há contradições nos pensamentos, palavras ou ações. Os pensamentos serão limpos. As palavras, ao refletirem a clareza da mente, serão preenchidas com o poder da verdade. O mérito será visível nas ações. Ter uma forma internamente e outra externamente cria barreiras, impede a proximidade nos relacionamentos, quebra o amor. É a honestidade genuína, cultivada dentro de você, que tocará a todos”.


Brahma Kumaris

Não guarde o seu lixo.

Não permita que coisas sujas do passado poluam o seu presente.

Depois de lacrar um saco de lixo você o reabre para rever o que há lá dentro?

Geralmente só remexemos o lixo se algo de valioso tiver sido perdido. Isso, porque lidamos com a hipótese de o termos lançado fora sem querer.

Se não é esse o caso, o que tiver ido para o lixo nós não mais veremos e sequer lembraremos de tudo que está ensacado e pronto para sair de nossa casa.

Se esse saco ficar conosco ainda por alguns dias, e nós o reabrirmos por qualquer motivo, o cheiro estará insuportável, micróbios existirão aos montes e nossa saúde poderá estar sendo severamente ameaçada.

O mesmo acontece quando guardamos e remexemos tudo o que de ruim já passou por nossa vida.

Sempre que deixamos que nossa mente se perca em más lembranças, nós estamos reabrindo um "saco de lixo".

É bem provável que esteja aí a causa de muitas doenças físicas e mentais...

Volte um pouquinho seus pensamentos para aqueles que já lhe fizeram algum mal e veja como você se sente.

Reveja as mágoas, os ressentimentos, as raivas, os desapontamentos, as desilusões, as decepções e pense no "cheiro" que tudo isso tem.

É assim que você remexe os lixos guardados dentro de si. Há quanto tempo eles estão guardados aí?

Por quanto tempo você ainda os guardará? Pergunte-se: "Para que me serve toda essa sujeira?

"Observe honestamente a resposta.

Sujeira atrai mais sujeira, lixo atrai mais lixo, lembranças nocivas atraem miséria material, física e espiritual.

É isso que você deseja para si mesmo?

Coloque seus pés no limpo chão do presente: Ele é o caminho para um limpo e feliz futuro.

Agarre-se às suas metas, busque realizar os seus sonhos, guarde os tesouros já recebidos.

Você só merece ser feliz.


Por uma vida mais digna, por um futuro melhor, jogue o que é lixo no lixo

Recomece sempre!

Observe a natureza, siga o seu exemplo.
Tudo nela recomeça e nasce outra vez.
No lugar da poda surgem os brotos novos.
Com a água, as plantas vicejam novamente (renascem).
Aos poucos tudo muda, nada para, os campos tórridos pela seca, ficam verdejantes com a água da chuva que cai.
A própria terra se veste diferentemente todas as manhãs. As flores começam a desabrochar, os passarinhos dão vida a terra com seus lindos cantos.
Isso acontece também conosco.
As feridas cicatrizam, o coração volta a amar mesmo depois de grandes decepções.
A dores desaparecem.
A doença é vencida pela saúde.
A calma vem após e o nervosismo e do stress do dia de trabalho.
O descanso restitui as forças nos revestimos de ânimos para mais um dia de luta.
Recomece.
Anime-se.
Se preciso for, pode suas folhagens e deixe que novos brotos surjam, para que no futuro tenhas boas sementes para por no campo.
Assim, é a VIDA, RECOMECE SEMPRE

Autora: Profª Lourdes Duarte 

Acredite na VIDA,acredite em VOCÊ !

Acredite que todos os dias coisas maravilhosas podem acontecer na sua vida. Acredite que boas coisas acontecem, mesmo quando nos deparamos com coisas más. Acredite em dias felizes, acredite que hoje pode ser um dia feliz. Mesmo quando nos sentimos um pouco tristes, por qualquer que seja o motivo, podemos também nos sentir estimulados, e ter ânimo. A vida é assim, a vida é isso mesmo.
  
Não adianta remoer a tristeza e os problemas. O que não tem remédio, remediado está, não se pode mudar o passado, mas podemos usar das nossas experiências passadas para fazer um presente e um futuro diferentes. Acredite em você, acredite no seu potencial, acredite na vida.
  
Não se apegue a sentimentos ruins. Faça deles confetes, assopre-os e deixe o vento levar. Acredite que você terá tantas coisas boas na vida, que não sobrará espaço em seu coração para sentimentos ruins.






O peso de um pedaço de papel

Uma pobre senhora, com visível ar de derrota estampado no rosto, entrou num armazém, se aproximou do proprietário conhecido pelo seu jeito grosseiro, e lhe pediu fiado alguns mantimentos.

Ela explicou que o seu marido estava muito doente e não podia trabalhar e  que tinha sete filhos para alimentar.

O dono do armazém zombou dela e pediu que se retirasse do seu estabelecimento.

Pensando na necessidade da sua família ela implorou: "Por favor senhor, eu lhe darei o dinheiro assim que eu  o tiver!..."

 Ele lhe respondeu que ela não tinha crédito e nem conta na sua loja.

Em pé no balcão ao lado, um freguês que assistia a conversa entre os dois, se aproximou do dono o armazém e lhe disse que ele deveria dar o que  aquela mulher necessitava para a sua família, por sua conta.

Então o  comerciante falou meio relutante para a pobre mulher: "Você tem uma lista de mantimentos ?"

"Sim", respondeu ela.

Muito bem, coloque a sua lista na balança e o quanto ela pesar, eu lhe darei em mantimentos" !

A pobre mulher hesitou por uns instantes e com a cabeça curvada, retirou da bolsa um pedaço de papel, escreveu alguma coisa e o depositou suavemente na balança.

Os três ficaram admirados quando o prato da balança com o papel desceu e permaneceu embaixo.

Completamente pasmado com o marcador da balança, o comerciante virou-se lentamente para o seu freguês e comentou contrariado: "Eu não posso acreditar!"

O freguês sorriu e o homem começou a colocar os mantimentos no outro prato  da balança.

Como a escala da balança não equilibrava, ele continuou colocando mais e mais mantimentos até não caber mais nada.

O comerciante ficou parado ali por uns instantes olhando para a balança, tentando entender o que havia acontecido...

Finalmente, ele pegou o pedaço de papel da balança e ficou espantado, pois não era uma lista de compras e sim uma oração que dizia: "Meu Senhor, o Senhor conhece as minhas necessidades e eu estou deixando  isto em Suas mãos..."

O homem deu as mercadorias para a pobre mulher no mais completo silêncio, que agradeceu e deixou o armazém.

O freguês pagou a conta e disse: "Valeu cada centavo.."


Só Deus sabe o quanto pesa uma oração...
O templo de Deus está no interior da alma.
Entre nessa quietude e sente-se, meditando,
com a vela da intenção queimando no altar.
Não há desassossego,
não há busca, nem tensão, ali.
Entre no interior da solitude.


O lugar mais amado por Deus
é o templo interior de silêncio e paz de Seus devotos.
Sempre que você entrar aqui, neste lindo templo,
deixe a inquietude e as preocupações para trás.
Se não se despojar delas,
Deus não poderá vir a você.


Não precisamos fugir para a floresta para buscá-Lo.
Podemos encontrá-Lo diariamente
nesta floresta de vida cotidiana,
na gruta do silêncio interior.



Paramahansa Yogananda

Reverência ao Destino


Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que se expresse sua opinião...
Difícil é expressar por gestos e atitudes, o que realmente queremos dizer.


Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias...
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus próprios erros.


Fácil é fazer companhia a alguém, dizer o que ela deseja ouvir...
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer a verdade quando for preciso.


Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre a
mesma...
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer.


Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado...
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece.


Fácil é viver sem ter que se preocupar com o amanhã...
Difícil é questionar e tentar melhorar suas atitudes impulsivas e as vezes impetuosas, a cada dia que passa.


Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar...
Difícil é mentir para o nosso coração.


Fácil é ver o que queremos enxergar...
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.


Fácil é ditar regras e, Difícil é segui-las...



(Carlos Drummond de Andrade)

Você já pensou

Na quantidade de energia que você gasta inutilmente, tentando passar por alguém que você não é, trocando sua verdadeira identidade por uma “fachada” socialmente “aceitável”, podando seus sonhos em nome de títulos e cargos enfadonhos. Fazendo coisas que não lhe dão prazer. Sentindo raiva, ódio, ciúme, medo, desconfiança. Sacaneando com você, a fim de ser agradável para os outros?

Já pensou, no quanto você se desgasta, se machuca e se ofende amarrado a padrões, barreiras e proibições sem sentido, orientando-­se pelos princípios e valores dos outros. Comparando-­se com as outras pessoas, desvalorizando seus talentos e realizações, lembrando­se o tempo todo, de quem faz tudo para magoar você. Esquecendo­-se completamente de quem lhe dedica amor e atenção?

Já pensou, no tempo enorme que você perde tentando adivinhar o futuro, antecipando desgraças e catástrofes absurdas, através de absurdas preocupações, que lhe roubam o sono e aprofundam ainda mais a solidão?

Já pensou, que suas únicas reações tem sido abandono e entrega do próprio corpo a uma morte lenta consumida na ansiedade , na depressão, na angústia, nas drogas?

E já pensou também, que você pode mudar isso tudo. Que você pode empregar esse tempo e essa energia assim desperdiçados, para ser você mesmo e para desfrutar a vida como uma dádiva da Natureza?


Pense nisso com muito carinho e comece a agir o quanto antes, porque a sua vida vai durar – no máximo – algumas dezenas de anos, e cada minuto que passa, é um tempo a menos nessa conta.

Sorte ou azar

Era uma vez um menino pobre que morava na China e estava sentado na calçada do lado de fora da sua casa. O que ele mais desejava era ter um cavalo, mas não tinha dinheiro. Justamente nesta dia passou em sua rua uma cavalaria, que levava um potrinho incapaz de acompanhar o grupo. O dono da cavalaria, sabendo do desejo do menino, perguntou se ele queria o cavalinho. Exultante o menino aceitou. Um vizinho, tomando conhecimento do ocorrido, disse ao pai do garoto: “Seu filho é de sorte!” “Por quê?”, perguntou o pai. “Ora”, disse ele, “seu filho queria um cavalo, passa uma cavalaria e ele ganha um potrinho. Não é uma sorte?” “Pode ser sorte ou pode ser azar!”, comentou o pai.

O menino cuidou do cavalo com todo zelo, mas um dia, já crescido, o animal fugiu. Desta vez, o vizinho diz: “Seu filho é azarento, hein? Ele ganha um potrinho, cuida dele até a fase adulta, e o potro foge!” “Pode ser sorte ou pode ser azar!”, repetiu o pai.

O tempo passa e um dia o cavalo volta com uma manada selvagem. O menino, agora um rapaz, consegue cercá-los e fica com todos eles. Observa o vizinho: “Seu filho é de sorte! Ganha um potrinho, cria, ele foge e volta com um bando de cavalos selvagens.” “Pode ser sorte ou pode ser azar!”, responde novamente o pai. Mais tarde, o rapaz estava treinando um dos cavalos, quando cai e quebra a perna. Vem o vizinho: “Seu filho é de azar! o cavalo foge, volta com uma manada selvagem, o garoto vai treinar um deles e quebra a perna.” “Pode ser sorte ou pode ser azar!”, insiste o pai.

Dias depois, o reino onde moravam declara guerra ao reino vizinho. Todos os jovens são convocados, menos o rapaz que estava com a perna quebrada. O vizinho: “Seu filho é de sorte…”


Assim é na vida, tudo que acontece pode ser sorte ou azar. Depende do que vem depois. O que parece azar num momento, pode ser sorte no futuro.

A mala de viagem

Conta-se uma fábula sobre um homem que caminhava vacilante pela estrada, levando uma pedra numa mão e um tijolo na outra. Nas costas carregava um saco de terra; em volta do peito trazia vinhas penduradas. Sobre a cabeça equilibrava uma abóbora pesada.

Pelo caminho encontrou um transeunte que lhe perguntou:

– Cansado viajante, por que carrega essa pedra tão grande?

– É estranho, respondeu o viajante, mas eu nunca tinha realmente notado que a carregava.

Então, ele jogou a pedra fora e se sentiu muito melhor.

Em seguida veio outro transeunte que lhe perguntou:

– Diga­me, cansado viajante, por que carrega essa abóbora tão pesada?

– Estou contente que me tenha feito essa pergunta, disse o viajante, porque eu não tinha percebido o que estava fazendo comigo mesmo.

Então ele jogou a abóbora fora e continuou seu caminho com passos muito mais leves. Um por um, os transeuntes foram avisando-­o a respeito de suas cargas desnecessárias. E ele foi abandonando uma a uma.

Por fim, tornou-­se um homem livre e caminhou como tal.

Qual era na verdade o problema dele?

A pedra e a abóbora?

Não!

Era a falta de consciência da existência delas. Uma vez que as viu como cargas desnecessárias, livrou­-se delas bem depressa e já não se sentia mais tão cansado. Esse é o problema de muitas pessoas. Elas estão carregando cargas sem perceber. Não é de se estranhar que estejam tão cansadas!

O que são algumas dessas cargas que pesam na mente de um homem e que roubam as suas energias?

– Pensamentos negativos.

– Culpar e acusar outras pessoas.

– Permitir que impressões tenebrosas descansem na mente.

– Carregar uma falsa carga de culpa por coisas que não poderiam ter evitado.

– Autopiedade.

– Acreditar que não existe saída.

Todo mundo tem o seu tipo de carga especial, que rouba energia. Quanto mais cedo começarmos a descarregá-­la, mais cedo nos sentiremos melhor e caminharemos mais levemente.


-Autor desconhecido-

O Mestre e o Samurai


Certo dia, um Samurai, que era um guerreiro muito orgulhoso, veio ver um Mestre Zen. Embora fosse muito famoso, ao olhar o Mestre, sua beleza e o encanto daquele momento, o samurai sentiu-se repentinamente inferior.


Ele então disse ao Mestre: - "Por quê estou me sentindo inferior? Apenas um momento atrás, tudo estava bem. Quando aqui entrei, subitamente me senti inferior e jamais me sentira assim antes. Encarei a morte muitas vezes, mas nunca experimentei medo algum. Por quê estou me sentindo assustado agora?"


O Mestre falou: - "Espere. Quando todos tiverem partido, responderei."


Durante todo o dia, pessoas chegavam para ver o Mestre, e o samurai estava ficando mais e mais cansado de esperar. Ao anoitecer, quando o quarto estava vazio, o samurai perguntou novamente: - "Agora você pode me responder por que me sinto inferior?"


O Mestre o levou para fora. Era um noite de lua cheia e a lua estava justamente surgindo no horizonte. Ele disse: - "Olhe para estas duas árvores, a árvore alta
e a árvore pequena ao seu lado. Ambas estiveram juntas ao lado de minha janela durante anos e nunca houve problema algum. A árvore menor jamais disse à maior "Por quê me sinto inferior diante de você? Esta árvore é pequena e aquela é grande - este é o fato, e nunca ouvi sussurro algum sobre isso."


O samurai então argumentou: - "Isto se dá porque elas não podem se comparar."


E o Mestre replicou: - "Então não precisa me perguntar. Você sabe a resposta.

Quando você não compara, toda a inferioridade e superioridade desaparecem. Você é o que é e simplesmente existe. Um pequeno arbusto ou uma grande e alta árvore, não importa, você é você mesmo. Uma folhinha da relva é tão necessária quanto a maior das estrelas. O canto de um pássaro é tão necessário quanto qualquer grande orador, pois o mundo será menos rico se este canto desaparecer. Simplesmente olhe à sua volta. Tudo é necessário e tudo se encaixa. É uma unidade , ninguém é mais alto ou mais baixo, ninguém é superior ou inferior. Cada um é incomparavelmente único. Você é necessário e basta. Na Natureza, tamanho não é diferença. Tudo é expressão igual de vida."

Para refletir...e por em prática

Um belo dia de sol, Sr Mário, um velho caminhoneiro, chega em casa.

Depois de 20 longos anos de trabalho e, todo orgulhoso, chama sua esposa para ver seu lindo caminhão, o primeiro que conseguira comprar após todos aqueles anos de sufoco, e a partir daquele dia seria seu próprio patrão.

Ao chegar à porta de sua casa encontra seu filhinho, de seis anos, martelando alegremente a lataria do reluzente caminhão.

Irado, aos berros, pergunta o que o filho estava fazendo e, sem hesitar, no meio do seu furor, martela impiedosamente a mão do filho, que se põe a chorar sem entender o que estava acontecendo...

A mulher do caminhoneiro corre em socorro do filho, mas pouco pôde fazer! ...

Chorando junto ao filho consegue trazer o marido à realidade, e juntos o levaram ao hospital, para fazer um curativo nos machucados provocados.

Passadas várias horas de cirurgia, o médico desconsolado chama os pais e informa que as dilacerações foram de tão grande extensão que todos os dedos da criança tiveram que ser amputados, mas, que de resto o menino era forte e tinha resistido bem ao ato cirúrgico, devendo os pais aguardá-lo acordado no quarto.

Ao acordar, o menino foi só sorrisos, disse ao pai: “Papai desculpe!

Eu só queria consertar seu caminhão, como você me ensinou outro dia.

Não fique bravo comigo!”

O pai, enternecido, disse que não tinha mais importância, que já nem estava mais bravo e que não havia estragado a lataria de seu caminhão, ao que o menino com os olhos radiantes perguntou: Quer dizer que o senhor não está mais bravo comigo?!

Não, respondeu o pai. Se estou perdoado , papai , quando os meus dedinhos vão nascer de novo ? (...)

Apesar de forte, esta história tem cunho real, porque na hora do ímpeto machucamos profundamente a quem amamos, e, muitas vezes não podemos mais sarar a ferida que deixamos.

Assim, espero que ao lerem fiquem impressionados como fiquei ; pensem em suas atitudes e reflitam para ver o quanto têm sido impetuosos .

E se for possível, mudem suas atitudes a fim de evitar os danos irreversíveis de seus atos.






Você se preparou para viver o dia de hoje?

As coisas mais importantes da vida somente são valorizadas depois que passam ou são perdidas.

A saúde, o sono, a razão, os fenômenos digestivos, os órgãos dos sentidos, os movimentos são tesouros colocados por Deus a seu serviço.

Portanto, cuidado com esses tesouros.

Está disposto a recomeçar hoje aquele projeto que fracassou ontem?

O aparente fracasso é a forma pela qual a Divindade ensina você a corrigir a sua maneira de atuar, facultando-lhe repetir a experiência com mais sabedoria.

A vida é constituída de lições que se repetem até se fixarem corretamente.

Hoje você tem problemas, que parecem insolúveis, para resolver?

Considere o seguinte:

Primeiro: ninguém vai resolvê-los por você.

Segundo: você só vai resolvê-los se se dispuser a enfrentá-los.

Terceiro: é preciso equacionar os seus problemas, um de cada vez, até resolver todos.

Quarto: não sobrecarregue os outros com as suas queixas, reclamações e problemas.

Você sentiu uma ponta de mau humor hoje?

Lembre-se: a irritação é o espinho cravado nas carnes da emoção, que deve ser retirado.

Quanto mais permanece, mais piora o estado de quem o conduz, gerando infecções duradouras e perniciosas.

Está na iminência de se desesperar?

Lembre-se, ainda: o homem deve treinar coragem e resignação. Sem esses valores ele permanece criança espiritual.

Deixe-se conduzir pelas ocorrências que não pode mudar e altere com amor aquelas que o irão beneficiar.

Deus é Pai misericordioso e vela por você.

Você se exercitou para perdoar hoje?

O perdão real é sempre acompanhado pelo esquecimento do mal recebido. Quem guarda rancor, coleciona lixo moral.

Você já abraçou seu filho hoje, dizendo-lhe o quanto o ama?

Ele necessita de oportunidade e de amor para alcançar o triunfo. Abençoe o seu filho com as suas palavras e conduta, fazendo-se amigo dele em todas as situações.

Você já orou hoje?

Não desconsidere o valor da oração. O corpo necessita de alimento adequado para se manter. Assim também o Espírito, que é a fonte de vitalização da matéria.

Na prática, você é o senhor da sua cabeça e do seu dia. Você decide como quer que seja o seu hoje.

Decida e trabalhe por isso. Quem quer faz, não manda fazer.

A água não ocupa mais espaço do que realmente necessita. Por isso equivale à moderação.

Nesses dias agitados, a angústia caminha com o homem, disfarçada de medo, de ansiedade, de sentimento de culpa.

Naturalmente, as pressões a que todos estamos sujeitos respondem por tal situação.

A ansiedade pelo prazer exorbitante frustra; os fatores agressivos amedrontam e a timidez encontra uma forma de levar ao complexo de autopunição.

Afaste da mente esses fantasmas responsáveis por males inumeráveis.

Você é filho de Deus, por Ele amado, protegido e abençoado.

Não se afaste de Suas leis e se se enganar em alguma ocasião, ao invés de se entregar a conflitos desnecessários, retorne ao caminho do dever, sem receio algum.

Lembre-se da afirmativa de Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida.

Lembre-se, ainda: Hoje é o dia! O seu dia!

* * *

Muitas enfermidades do corpo procedem do Espírito danificado pelos conflitos da emoção ou pelo ácido das imperfeições morais.

Não bastará dormir, dar descanso ao corpo, se você permanecer emocionalmente inquieto, ansioso!


Pense nisso e aproveite bem o dia de hoje, que é o seu dia.

Sincera amizade

A sincera amizade é aquela que recebe o amigo com os braços do coração, do respeito, do amor e da emoção, fazendo aliança com a confiança recíproca e a cumplicidade, não deixando espaço para o ódio, que persiste estar no pódio de nosso coração.
É uma forma de amor puro, sublime. Provém do amor desinteressado, apenas vinculado a solidariedade sem se ater a obrigatoriedade.
...
Amizade sincera é a aproximação de dois seres que tem importantes afinidades, e os mesmos ideais, com vínculos respeitosos, sempre iguais, pois não busca a fusão, mas sim a aproximação.
Na sincera amizade, existe a paciência no escutar o outro com sua verdade ou sua mentira, com seu discernimento ou sua loucura, seu bom humor ou sua doçura.
Somos amigos tolerantes, tanto em escutar como em falar de nossos problemas, pois possuímos a capacidade para o diálogo, a tolerância, o bom senso, o respeito mútuo fundamental expurgador de todo mal.
Amizade sincera é aquela que aceita qualidade e defeito, guardando o amigo no lado esquerdo do peito.

Uma lição

Queixava-se o jovem descontente.
...
- Há tanta gente rica e eu nada tenho; se Deus não me agraciou, como posso caminhar pela vida?
Um sábio ouviu sua lamentação.
- Deus não lhe deu uma mocidade saudável?
- Reconheço que sou forte e bem disposto.
O sábio tomou-lhe a mão direita e perguntou: “deixa-me cortar essa mão por dez mil reais?"
- Por dinheiro nenhum!
- E a esquerda?
- Também não!
E por dez mil reais, consentiria em ficar cego por toda a vida?
Nem um olho eu daria por tal dinheiro!
O sábio sorriu! ...
Deus lhe deu tão grande riqueza e você ainda reclama (...)

A criação do mundo

Deus criou o mundo e descansou no sétimo dia.

Depois criou as aves, as águas e os oceanos e depois, da costela do homem Deus criou a mulher.

Cansado, o Grande Arquiteto do Universo resolveu descansar, mas sempre havia alguém procurando por Ele, e por isso não conseguia descansar.

Veio um jovem e aconselhou: Senhor!

Por que não te escondes dentro da floresta?

Certamente lá não conseguiriam encontrar-te, ao que Deus falou: “Não.

O homem é esperto e acabaria me encontrando.

Um ancião aconselhou então ao Senhor: “Por que não sobes a montanha mais alta do mundo?”

Lá ficarias até que descansasses o suficiente, e o Senhor respondeu: “ Querido filho, o homem é um ser inteligente e algum dia acabaria me encontrando, mesmo que estivesse no mais alto da montanha.

“O homem tem inteligência para alcançar tudo aquilo o que quer...“

Foi aí que uma criança conversou com Deus e falou: “ Pai!"

Por que não te colocas dentro de cada homem?

“O homem certamente O buscaria em todos os lugares, mas não dentro de si!...“

Deus então pensou e respondeu: “Tens razão!”

Vou colocar-me dentro de cada ser , e é possível que não me procurem dentro de si ...

E assim fez...

Ainda hoje o homem costuma buscá-Lo em todos os lugares, menos dentro de si mesmo.

Busque-O onde Ele realmente está e mora!

Terá, Ele, o maior prazer em recebê-lo , com amor, carinho, felicidade...


É por isso que, quando o homem o procura no lugar certo O Grande Arquiteto do Universo o recebe de braços abertos e, feliz, deixa que o Seu filho possa vivê-lo em toda sua intimidade...

Oração

Uma lenda conta que vários judeus piedosos rezavam numa sinagoga quando começaram a escutar uma voz de criança dizendo : “ A , B , C , D “ ; “ A , B , C , D “ , “ A , B , C , D ... “

Aos poucos foram parando de rezar .

Quando olharam para trás, viram um  menino que continuava dizendo: “A,B,C,D“. . .

O rabino aproximou-se do garoto e indagou: “Por que você está fazendo isto?“

-“Porque não sei os versos sagrados“, respondeu o menino.

Então, tenho a esperança que, recitando o alfabeto, Deus pegue estas letras e forme as palavras corretas.“

Obrigado por esta lição, disse o rabino para o garoto.


Obrigado por me lembrar que Deus escuta o que vem do nosso coração, e não as palavras que saem da nossa boca...

A montanha da vida.

A vida pode ser comparada à conquista de uma montanha. Como a vida, ela possui altos e baixos. Para ser conquistada, deve merecer detalhada observação, a fim de que a chegada ao topo se dê com sucesso.

Todo alpinista sabe que deve ter equipamento apropriado. Quanto mais alta a montanha, maiores os cuidados e mais detalhados os preparativos.

No momento da escalada, o início parece ser fácil. Quanto mais subimos, mais árduo vai se tornando o caminho.

Chegando a uma primeira etapa, necessitamos de toda a força para prosseguir. O importante é perseguir o ideal: chegar ao topo.

À medida que subimos, o panorama que se descortina é maravilhoso. As paisagens se desdobram à vista, mostrando-nos o verde intenso das árvores, as rochas pontiagudas desafiando o céu. Lá embaixo, as casas dos homens tão pequenas…

É dali, do alto, que percebemos que os nossos problemas, aqueles que já foram superados são do tamanho daquelas casinhas.

Pode acontecer que um pequeno descuido nos faça perder o equilíbrio e rolamos montanha abaixo. Batemos com violência em algum arbusto e podemos ficar presos na frincha de uma pedra.

É aí que precisamos de um amigo para nos auxiliar. Podemos estar machucados, feridos ao ponto de não conseguir, por nós mesmos, sair do lugar. O amigo vem e nos cura os ferimentos.

Estende-nos as mãos, puxa-nos e nos auxilia a recomeçar a escalada. Os pés e as mãos vão se firmando, a corda nos prende ao amigo que nos puxa para a subida.

Na longa jornada, os espaços acima vão sendo conquistados dia a dia.

Por vezes, o ar parece tão rarefeito que sentimos dificuldade para respirar. O que nos salva é o equipamento certo para este momento.

Depois vêm as tempestades de neve, os ventos gélidos que são os problemas e as dificuldades que ainda não superamos.

Se escorregamos numa ladeira de incertezas, podemos usar as nossas habilidades para parar e voltar de novo. Se caímos num buraco de falsidade de alguém que estava coberto de neve, sabemos a técnica para nos levantar sem torcer o pé e sem machucar quem esteja por perto.

Para a escalada da montanha da vida, é preciso aprender a subir e descer, cair e levantar, mas voltar sempre com a mesma coragem.


Moral da História: Não desistir nunca de uma nova felicidade, uma nova caminhada, uma nova paisagem, até chegar ao topo da montanha.

Simplesmente seja você e isso já é o bastante


Você é aceito pelo sol,você é aceito pelas estrelas,
você é aceito por todo este universo.


Você é aceito pelo oceano,você é aceito pela terra,
você é aceito pelas árvores.


Simplesmente deleite-se neles.
Aceite humildemente sua imperfeição, suas fraquezas, seus fracassos.
Não há necessidade de fingir o contrário.


Seja simplesmente você mesmo.
“É assim que eu sou”, o que há de errado nisso?


Você é simplesmente humano.
Quando você se aceita, você é capaz de aceitar os outros.
Aceitando-os, você irá ajudá-los a aceitar a si mesmos.


Podemos provocar esta mudança:
você se aceita e aceita os outros.
E porque alguém os aceita,
eles aprendem quanta paz se sente,
e começam a aceitar os outros.


Se a humanidade toda chegar a esse ponto em que cada um seja aceito, boa parte da infelicidade irá simplesmente desaparecer.

Corações se abrirão e o amor estará fluindo.”

Postagens Recentes