Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

sábado, 1 de outubro de 2011

Conexão

A meditação e a limpeza espiritual são as coisas mais importantes que existem.
Uma pessoa desconectada e com densidade é uma pessoa sem vida interior,sem vida própria.É uma pessoa com o foco sempre nos outros,no que eles vão pensar ou dizer.
é uma pessoa que precisa de agradar aos outros para que eles a aceitem.
É uma pessoa que precisa da aprovação dos outros para ser quem é.
Uma pessoa desconectada e com densidade jamais encontrará a sua essência,fonte original da sua vida na terra,Veiculo que transporta a informação espiritual,a missão e o caminho.
Uma pessoa sem vida espiritual é um autónomo,é um robô,é um ser que está sempre ao serviço de alguém - e sabes que o ego está sempre ao serviço de alguém.
É preciso libertar-se ,soltar as amarras,deixar de dar tanta importância ao ego,conectar-se e subir.Encontrar a vida plena no meio de densidade,aí na matéria.
Uma pessoa desconectada é uma pessoa infeliz.
Não desejas isso para ti.

Fonte: Internet
Não desanimes. Persiste mais um tanto. Não cultive pessimismo. Esquece as sugestões do medo destrutivo. Segue adiante, mesmo varando a sombra dos próprios erros. Avança ainda que seja por entre lágrimas. Trabalha constantemente. Edifica sempre. Não consintas que o gelo do desencanto te entorpeça o coração. Não te impressione a dificuldade. Convence-te de que a vitória espiritual é construção para o dia-a-dia. Não desista da paciência. Não creias em realização sem esforço. Silêncio para a injúria. Esquecimento para o mal. Perdão às ofensas. Recorda que os agressores são doentes. Não permitas que os irmãos desequilibrados te destruam o trabalho ou te apaguem a esperança. Não menosprezes o dever que a consciência te impõe. Se te enganaste em algum trecho do caminho, reajusta a própria visão e procura o rumo certo. Não contes vantagens, nem fracassos. Estuda buscando aprender. Não te voltes contra ninguém. Não dramatizes provocações ou problemas. Conserva o hábito da oração para que se te faça luz na vida íntima. Resguarda-te em Deus, persevera no trabalho que Deus te confiou. Ama sempre, fazendo pelos outros o melhor que possas realizar. Age auxiliando. Serve sem apego. E assim vencerás.

Emmanuel Médium: Francisco Cândido Xavier

A arte de ser Luz

"Somos estrelas de bem-aventurança.

Cada um de nós é um sol.

Pensar nisso é evocar essa luz.

Sentir-se irradiante nesse mundo - tão cheio de pessoas carregando mágoas e expostas a diversos tipos de suscetibilidades energéticas -, é tornar-se rico de possibilidades espirituais.

Ser consciente dessa luz é viver em abundância interna.

A matéria é energia condensada. E a energia é matéria sutilizada.

Logo, tudo é energia em graus variados de densidade.

Por isso, os mestres herméticos da antiguidade diziam que ‘tudo é luz!'

E eles estavam corretos: luz é vida; é movimento; é vibração; é energia.

A energia reflete o que pensamos, sentimos e fazemos uns com os outros.

A qualidade da nossa energia depende da qualidade de nossa manifestação - interna e externa -, na vida.

Quem vibra com o que faz, irradia uma energia que impulsiona aos outros na direção dos mesmos interesses e afinidades.

E o semelhante atrai o semelhante...

Então, quem quer mais luz, que seja luz!"

- Wagner Borges -

Acordar para a vida...vale a pena...

Hoje vamos compartilhar com vocês, um texto de Roberto Shinyashiki, que nos fala sobre como os problemas são “despertadores” que tem a função de nos acordar para o nosso melhor…

Despertadores

“Na Índia, os mestres sempre dizem: os problemas são despertadores que tentam acordar as pessoas para a vida. Aproveite para acordar logo, antes que o próximo despertador faça mais barulho.

Pense nisso: o que essa dificuldade está querendo mostrar a você? Problemas são avisos que a vida nos envia para corrigir algo que não estamos fazendo bem. Problemas e doenças são sinais de emergência para que possamos transformar nossas vidas. Aliás, problemas e doenças guardam muita semelhança entre si.

Infelizmente, a maioria das pessoas, quando fica doente, cai num lamentável estado de prostração ou simplesmente toma remédio para tratar os sintomas, em vez de fazer uma pausa para refletir sobre os avisos que essa doença está enviando.

São poucos os que se perguntam: “Por que meu organismo ficou enfraquecido e permitiu que a doença o atacasse?

Assim como os problemas, os sintomas vão piorando na tentativa de fazer com que você entenda o recado. No começo, pode ser uma leve dor de cabeça: um recado para que você pare e analise o que está faltando em sua vida.

Mas você não tem tempo… Toma um analgésico e nem percebe direito que a dor está aumentando. Então a dor piora, mas você vai à acupuntura para aliviá-la e não presta atenção quando o médico diz que o tratamento é paliativo e que você precisa mudar seu estilo de vida para eliminar as causas da doença.

As doenças são recados que precisamos levar a sério, principalmente as doenças que se repetem. Dores de cabeça, alergias de pele, má digestão, todos esses distúrbios querem nos mostrar algo.

Saber procurar e achar as suas causas é uma atitude muito sábia. Nossos inimigos, da mesma forma que os problemas e as doenças, são gritos de alerta para cuidarmos de algo que não está certo em nossa vida.

Quando os ouvimos com atenção, nossos inimigos podem se transformar em maravilhosas alavancas de crescimento pessoal. Assim como as doenças e os inimigos, os problemas nos enviam avisos que precisamos aprender a decodificar.

Se você tem um problema que está se repetindo em sua vida, é chegada a hora de fazer uma análise do seu significado para poder superá-lo. E tenha muito claro que, no momento em que supera um problema que o acompanha por algum tempo, uma nova pessoa nasce dentro de você.”

Pense nisso!

Aloha

Claudia Michepud Rizzo
Somos uma individualidade celestial, assim como um todo celestial. Cada um de nós tem livre arbítrio e livre escolha, entretanto nossas decisões e escolhas afetam os resultados e o fluxo de toda a Criação. Cada escolha, cada passo, cada pensamento que temos cria um efeito cascata, tocando todos e tudo em seu caminho. Egoisticamente pensamos que nossas decisões e escolhas não são da conta de ninguém, só da nossa. Mas cada um de nós é como um oceano que guarda vidas preciosas dentro de si. Se o oceano secar ou se agitar além do equilíbrio, tudo que ele toca será afetado. Observe as células e órgãos do seu corpo. Embora cada um seja uma unidade separada, todos formam também uma consciência conectada, dependendo uns dos outros para sobreviverem. Todos nós vivemos no corpo do Universo. Cada um é uma célula separada, mas todos fazem parte da Unidade Divina....

Gillian Macbeth-Louthan

Amor incondicional

O primeiro passo para conseguires amar toda a gente-incluindo os teus "inimigos" é conseguires amar-te a ti próprio.Náo consegues dar a outra pessoa aquilo que não consegues dar a ti mesmo.
Se não te amares incondicionalmente,não consegues amar incondicionalmente outra pessoa.
Lembra-te sempre disto:Não consegues dar a outra pessoa aquilo que não tens para dar.
Portanto,ama,ama,ama-te.Vê-te como perfeito-tal como és.É assim que Deus te vê.
Para Deus te amar,não tens de mudar de estilo de vida,de mudar de maneira de ser,de teres melhores notas,nem de fazer ou mudar o que quer que seja.Quer acredites quer não,és perfeitamente digno de ser amado tal como és.
Lembra-te sempre disto:És perfeitamente digno de ser amado tal como és.
Saber isto vai mudar a tua vida.
Acreditar nisto vai mudar a vida de todas as pessoas.
Pois aquilo em que tu acreditas é aquilo em que te tornas e,ao tornares-te uma pessoa que se ama totalmente a si mesma.ficas totalmente preparado para amar todas as outras pessoas,e isso pode mudar o mundo.

Do livro conversas com Deus para adolescentes de Neale Donald Walsh

Atração

Tudo o que acontece é da tua inteira responsabilidade.
Tudo o que te acontece és tu que atrais.
Por mais estranho que isto te possa parecer,tu só atrais o que tens aí dentro.
Assim,só irás atrair violência se aí dentro tiveres violência.
Só irás atrair amor se aí dentro tiveres amor.-
Em vez de cuidares para que não te aconteçam coisas más...
em vez de reclamares que só te acontecem coisas más...
Olha para essas coisas como se fossem um espelho do teu interior.
E agradece.
Agradece ás pessoas que te provocaram dor o facto de elas te terem feito ver o que tens de trabalhar em ti próprio.
E trabalha.
Agradece e trabalha.
Este é o processo.
Se atrais uma situação violenta,percebe que essa situação é apenas o espelho da tua violência interior.
Percebe isso.e entra em contacto com ela.Lembra-te de situações da tua vida, chora,grita,esperneia,passa por isso,e retira a energia negativa que sair do teu peito.
Retira essa densidade e abre o coração para que eu possa entrar.

do livro Luz - pergunte e o céu responde de Alexandra Solnado

Emoção

A emoção é o motor de arranque da vida.
Um acontecimento sem emoção não é um acontecimento.é apenas a matéria a mexer-se;não é necessária a intervenção do ser humano.
Precisamos do ser humano para dar emoção aos acontecimentos,para dar alma ás coisas.
E a emoção que as pessoas colocam nas coisas ou acontecimentos
liberta um energia sem limites.A emoção faz rodar o mundo,faz as pessoas rodarem o mundo.
A emoção faz as crianças nascerem,os projectos prosperam,as distâncias as distâncias diminuíram e a vida acontecer.

Quais os assuntos que merecem a nossa atenção?
Os que suscitam emoção.Estar num evento sem alma é como ser uma pedra á espera que o tempo passe.Para morrer.
Para um dia talvez voltar a nascer,Com outra consciência.Com outro propósito.Com outra emoção.

O assunto que tens em mãos suscita-te emoção?
Que tipo de emoção?
Qual a parte de ti próprio estás a colocar nas coisas?

Faz uma meditação.Fecha os olhos,Respira e pergunta:
«Que parte de mim próprio é que eu estou a colocar neste acontecimento? A mente ou o coração?
Está tudo esquematizado ao pormenor,ou tudo começa apenas com
uma imensa vontade»
Se a resposta for a segunda,avança

do livro mais luz de Alexandra Solnado

Rejeição

Todas as pessoas têm karma de rejeição.
Dentro do ambito dos karmas,o de rejeição é o mais comum.
No vosso tempo actual,é um dos karmas principais da maior parte das pessoas.Ou,para dizer melhor,de todas as pessoas.
Todas as pessoas que nascem hoje vêm vivenciar este karma.Vivenciar e superá-lo,se possível.
Mas não é assim que acontece.Nem sempre o superam.Senão vejamos.
Pensa na quase totalidade das pessoas hoje em dia.
Fazem tudo para corresponder ás expectativas que existem em relação a elas.Se pensam que o que os outros esperam delas é força,essas pessoas far-se-ão de fortes em todas as ocasiões.
Elas não são fortes.Elas fazem-se de fortes,no fundo,para agradar aos outros.E porquê essa necessidade de agradar aos outros?
Para não serem rejeitas,naturalmente.
Karma de rejeição.Uma pessoa faz tudo para não ser rejeitada.
É por isso que tenta corresponder ás expectativas que têm em relação a ela. Agora imagina que uma pessoa decidisse vivenciar o facto de ser rejeitada.E ao aceitar vivenciar essa situaçao,parasse de agradar aos outros ou de tentar corresponder ás expectativas que tivessem em relação a si. Imagina que essa pessoa resolvesse assumir quem é,não corresponder e nenhuma expectativa,e apenas ser.
Ser na sua maior plenitude. O que aconteceria então?
Sozinha,abandonada por todos,iria finalmente olhar para si própria e compreender o medo,o imenso medo que mora no seu peito.
É esse medo que veio ser limpo.Essa é a missão.Limpar esse medo para finalmente se poder limpar esse karma de rejeição.
Aceitar ser rejeitado,sentir,sentir profundamente a dor de não gostarem de nós,de não nos aceitarem,sentir essa dor e limpá-la,limpá-la sempre que ela vem.
Depois devagarinho,depois de esse escuro ter passado,ver ressurgir imponente o SER ,um ser humano com imenso amor para dar a todos.
Não aquele amor de quem só tenta corresponder ás expectativas para ser aceite,mas um amor livre,profundo e incondicional de quem se encontrou com a sua alma para todo o sempre.

do livro Luz - mensagens de Jesus de Alexandra Solnado .

A energia do amor

Amor é o sentimento de integração,de UNIÃO,sentir-nos como sendo UM,com todas as coisas,É AMÁ-LAS.Basta compreender a profunda sabedoria destas palavras:"AMA O PRÓXIMO COMO A TI MESMO".

O Amor não é uma abstração,
mas uma energia real
Começa a entrar em contacto com Deus dentro.
Sinta o Amor.
Exprime o Amor.
O Amor dissolve o medo
Quando você sentir o Amor nada pode ser temido.
Uma vez que tudo é energia,
e o Amor abrange todas as energias,
tudo é Amor.
Nosso coração sabe o caminho da felicidade e paz interior.
As práticas espirituais como meditação e oração
lembram-nos o que já sabemos.
Quando nos esquecemos a mensagem do nosso coração.
caímos na rotina e nos solavancos da vida,
sentimo-nos insatisfeitos e infelizes.
Nossa perspectiva é turva,
esquecemos nosso plano de vida,
estamos perdidos.
O remédio é simples.
Tome tempo para lembrar a sua divindade,
sua natureza espiritual.
Lembre-se porque você está aqui.
A meditação é uma forma de despertar a memória.

Brian Weiss

Os sete passos para a superação do controle do ego.

Aqui estão sete sugestões para ajudá-lo a transcender os conceitos enraizados do orgulho. Foi escrito com o intuito de preveni-lo contra a falsa identificação com o ego orgulhoso.

1. Pare de se sentir ofendido.

O comportamento de outras pessoas não é motivo para se sentir imobilizado. Existe a ofensa apenas quando você se enfraquece. Se procurar por situações que o aborreça, as encontrará em cada esquina. É o ego no controle convencendo você que o mundo não deveria ser do jeito que é. Mas é possível tornar-se um observador da vida e alinhar-se com o Espírito da Criação universal. Não se alcança o poder da intenção sentindo-se ofendido. Procure erradicar, de todas as formas possíveis, os horrores do mundo que emanam da identificação maciça do ego, e esteja em paz. Assim como nos lembra o Curso em Milagres (Clique aqui para baixar): a paz está em Deus e você que é parte Dele só retorna ao lar em Sua paz. O Ser está em Deus e você que é parte Dele só retorna ao lar em Sua paz. Ficar ofendido cria o mesmo tipo de energia destrutiva que a princípio o feriu, e leva a agressão, ao contra-ataque e a guerra.

2. Abandone o querer vencer.

O ego adora nos dividir entre ganhadores e perdedores. A busca pela vitória é a forma infalível de evitar o contato consciente com a intenção. Por quê? Porque basicamente é impossível vencer sempre. Algumas pessoas serão mais rápidas, mais sortudas, mais jovens, mais fortes e mais espertas que você e acabará se sentindo insignificante e sem valor diante delas.

Você não se resume as suas conquistas e vitórias. Uma coisa é gostar de competir e se divertir num mundo onde vencer é tudo, mas não precisa ser assim em seus pensamentos. Não há perdedores num mundo onde todos compartilham da mesma fonte de energia. Só se pode afirmar que, em determinado dia, sua atuação esteve num certo nível comparada a outras. Mas cada dia é diferente, com outros competidores e novas situações a serem consideradas. Você continua sendo a infinita presença num corpo que está a cada dia ou a cada década, mais velho. Pare com essa necessidade de vencer, não aceite o conceito de que o contrário de vencer é perder. Esse é o medo do ego. Se seu corpo não está respondendo de forma vencedora, não importa, significa que você não está se identificando unicamente com seu ego. Seja um observador, perceba e aprecie tudo sem a necessidade de ganhar um troféu. Esteja em paz e alinhe-se com a energia da intenção. De forma inusitada, as vitórias aparecerão mais em seu caminho quanto menos as desejá-las.

3. Abandone o querer estar certo.

O ego é a raiz de muitos conflitos e desavenças porque o impulsiona julgar as pessoas como erradas. Quando a pessoa é hostil, houve uma desconexão com o poder da intenção. O Espírito de Criação é generoso, amoroso e receptivo; e livre de raiva, ressentimento ou amargura. Cessar a necessidade de ter razão nas discussões e nos relacionamentos é como dizer ao ego; “Não sou seu escravo. Quero me tornar generoso. Quero rejeitar a necessidade de ter razão”. Dê a oportunidade de se sentir bem dizendo a outra pessoa que ela está certa, e agradeça-a por lhe direcionar ao caminho da verdade”.

Ao deixar de querer ter razão, você fortalece a conexão com o poder da intenção. Mas fique atento, pois o ego é um combatente determinado. Tenho visto pessoas terminarem lindos relacionamentos por apego a necessidade de estarem certas. Preste atenção à vontade controlada pelo ego. Quando estiver no meio de uma discussão, pergunte a si mesmo; “Quero estar certo ou ser feliz?” Ao optar por ser feliz, amoroso e predisposto espiritualmente, a conexão com a intenção se fortalecerá. Esses momentos expandem novas conexões com o poder da intenção. A Fonte universal começará a colaborar com você para uma vida criativa ao qual foi predestinado a viver.

4. Abandone o querer ser superior.

A verdadeira nobreza não é uma questão de ser melhor que os outros. É uma questão de ser melhor ao que você era. Concentre-se em seu crescimento, consciente de que ninguém neste planeta é melhor que ninguém. Todos nós emanamos da mesma força de vida criadora. Todos temos a missão de realizar nossa pretendida essência, tudo que precisamos para cumprir nosso destino está ao nosso alcance. Mas nada é possível quando nos sentimos superiores aos outros. É um velho ditado e, todavia, verdadeiro: somos todos iguais aos olhos de Deus. Abandone a necessidade de sentir-se superior, perceba a expansão de Deus em cada um. Não julgue as pessoas pelas aparências, conquistas, posses e outros índices do ego. Ao projetar sentimentos de superioridade retorna a você sentimentos de ressentimentos e até hostilidade. Esses sentimentos são veículos que os levam para longe da intenção. O Curso em Milagres aborda essa necessidade de se sentir especial e superior. A distinção sempre leva a comparações. Baseia-se na falta vista no outro, e se mantém pela procura e ostentação das falhas percebidas.

5. Deixe de querer ter mais.

O mantra do ego é “mais”. Ele nunca está satisfeito. Não importa o quanto conquistou ou conseguiu, o ego insiste que ainda não é o suficiente. Ele põe você num estado perpétuo de busca e elimina a possibilidade de chegada. Na realidade, você já está lá e a forma que opta para usar esse momento presente da vida é uma escolha. Ao cessar essa necessidade por mais, as coisas que mais deseja começam a chegar até você. Sem o apego da posse, fica mais fácil compartilhar com os outros. Você percebe o pouco que precisa para estar satisfeito e em paz.

A Fonte universal é feliz nela mesma, expande-se e cria vida nova constantemente. Nunca obstrui suas criações por razões egoístas. Cria e deixa ir. Ao cessar a necessidade do ego de ter mais, você se unifica com a Fonte. Como um apreciador de tudo que aparece, aprende a lição poderosa de São Francisco de Assis: “É dando que se recebe”. Ao permitir que a abundância lhe banhe, você se alinha com a Fonte e deixa essa energia fluir.

6. Abandone a idéia de você baseado em seus feitos.

É um conceito difícil quando se acredita que a pessoa é o que ela realiza. Deus compõe todas as músicas. Deus constrói todos os prédios. Deus é a fonte de todas as realizações. Posso ouvir os egos protestando em alto e bom som. Mas, vá se afinizando com essa idéia. Tudo emana da Fonte! Você e a Fonte são um só! Você não é esse corpo ou os seus feitos. Você é um observador. Veja tudo ao seu redor e seja grato pelas habilidades acumuladas. Todo crédito pertence ao poder da intenção, o qual lhe fez existir e do qual você é uma parte materializada. Quanto menos atribuir a si mesmo suas realizações, mais conectado estará com as sete faces da intenção, mais livre será para realizar e muito aparecerá em seu caminho. Quando nos apegamos às realizações e acreditamos que as conseguimos sozinhos abandonamos a paz e a gratidão à Fonte.

7. Deixe sua reputação de lado.

Sua reputação não está localizada em você. Ela reside na mente dos outros. Você não tem controle algum sobre isso. Ao falar para 30 pessoas, terá 30 imagens. Conectar-se com a intenção significa ouvir o coração e direcionar sua vida baseado no que a voz interior lhe diz. Esse é o seu propósito aqui. Ao preocupar-se demasiadamente em como está sendo visto pelos outros, mostra que seu eu está desconectado com a intenção e está sendo guiando pelas opiniões alheias. É o seu ego no controle. É uma ilusão que se levanta entre você e o poder da intenção. Não há nada a fazer, a não ser que você se desconecte da fonte de poder convencido de que seu propósito é provar o quão poderoso e superior é, desperdiçando sua energia na tentativa de obter uma reputação maior entre outros egos. Faça o que fizer, guie-se sempre pela voz interior conectada e seja grato à Fonte. Atenha-se ao propósito, desapegue-se dos resultados e assuma a responsabilidade do que reside dentro de você: seu caráter. Deixe os outros discutirem sobre a sua reputação, isso não interessa. Ou como o título de um livro diz: O que você pensa não me diz respeito!

Uma mensagem de Wayne W. Dyer
Domingo 19 de Outubro de 2008

Missão

A missão é todos os dias.
Uma parte de vocês acha que a missão na terra é grandiosa.A outra parte julga que a sua missão deverá ser necessáriamente,uma tarefa profissional.E outra considerável parte pensa que irá encontrar a missão se seguir os sinais.O que não é mentira de todo.
Mas os sinais de que falo não são os sinais exteriores,não é algo que te acontece,não é uma coisa da qual te lembras de repente.
Um sinal,antes de tudo,é algo que se sente.A verdade é que nenhuma dessas partes sabe o que é a missão.Nem tu.
A missão na terra é algo tão intrínseco,tão interior,que nunca pode começar por fora.Nunca pode começar na matéria.
Tem de,necessáriamente nascer de dentro.Tão-pouco pode começar na cabeça,na mente.
Tem de começar no coração.
A busca começa dentro de ti.
A tentares conhecer-te.
A tentares modificar essa energia.
A tentares subir.
Se te comprometeres com essa busca pessoal,mais cedo ou mais tarde encontrarás a tua essência.
E esta ganhará força,auto-estima,confiança,e irá direccionar-te para o que ficou combinado vir fazer á terra.
Começarás devagar,olhando cada pessoa nos olhos,olhando-te a ti próprio nos olhos,a dar carinho e afecto a cada pessoa que se cruzar no teu caminho-fazendo o teu próprio processo de luto da dor,para tirá-lo do teu peito e para que sejas carinhoso sem fingir.
E nesse processo de se encontrar e de dar amor-a si e aos outros-,um dia,sem que possas prever,estarás no centro da tua missão.

Boa jornada. do livro mensagens de Jesus por Alexandra Solnado
Nós somos seres totalmente compostos por energia, elétrica, magnética, entre outras, o fato é que se nós nos apegarmos a matéria, toda essa energia será guardada para nada, a nossa energia pode fazer coisas magníficas, podemos curar, podemos viajar com nossa consciência onde nenhum computador pode chegar, pode transformar nossas emoções em sentimentos puros assim nos reciclando cada dia mais, podemos amar a nós mesmos sem preconceitos, poderemos viver felizes sem nos preocuparmos com quem não merece nossa atenção.Basta sabermos como utilizar tal energia, porém, muitos se perdem no caminho e entram em algumas segmentações um tanto quanto ''especiais'', mas pelo menos essa pessoas controlaram à energia, controlaram seu ''eu'' interior.

Fonte: Internet

Energias - Energia e sua manipulação.

Nós seres humanos temos dentro de nós uma inesgotável fonte de energia, nem quando morremos ela é extinta, por que morrermos não significa que sumimos, nós simplesmente tivemos que deixar uma casca, para podermos evoluir em nosso caminho, e a nossa energia continua a fluir em um lugar melhor, ou infelizmente pior, mas enquanto estamos vivos nossa energia é vibrante, é densa, é como o próprio nome já diz ''energética'', muitas pessoas se prendem ao racionalismo, sem ofensas, mas não custa sonharmos, viajarmos, criarmos nosso mundo particular, me diga a doença do século XIX? Depressão, uma doença psicológica, acabamos nos prendendo muito a que nada pode ser mudado, na verdade tu podes ser mudado, transformado e originado por nossa mente, um exemplo é quando você mexe um braço, foi o braço que ordenou que o mesmo mexesse ou foi sua mente? Eis a resposta, temos que aproveitar nossa energia, não a desgastando e sim a reciclando e a fazendo útil.

Fonte: Internet

Espelho

O que está dentro é igual ao que está fora.
Tudo o que tu atrais fora de ti é porque o tens aí dentro bem no fundo do teu peito. Por isso pensa:
Quanta violência atrais?Violência física ou psicológica?Quantas pessoas discutem contigo?Quantas te maltratam?Quantas não te ouvem?Quantas ferem a tua sensibilidade?Quantas te impedem de avançar?Quantas não acreditam em ti?Quantas não te respeitam?.....
Fica sabendo que tudo o que te fazem reflecte exactamente o que tu fazes a ti próprio.
Não lhes queiras mal.Quem te fez isso tudo não é mais do que um espelho do teu interior.
És tu que te maltratas,tu que não te ouves.És tu que feres a tua própria sensibilidade.És tu que não acreditas em ti,e que não te respeitas.Em última análise és tu que te ignoras.
Olha para ti.Pára de olhar para os outros.Para o que te fazem ou deixam de fazer.
Olha para ti próprio e vê o mal que andaste a fazer a ti mesmo.
Ao te exigires tanto...ao quereres tanto...ao avançares tão depressa...ao seres tão intolerante.Ao não te perdoares.
Olha para ti próprio e para um bocadinho.Pára.Sente.Fica.
E pode ser que vejas uma luzinha ténue,tímida.A da tua essência.
Essa luz está só a espera que olhes para ela,em vez de olhares para os outros.
Que a valorizes,em vez de valorizares os outros.
E que te ames.
E com certeza,assim,podes atrair o verdadeiro amor.

do livro Mais luz de Alexandra Solnado

Ser mestre

Mestre é aquele que já passou por experiências suficientes e sabe
antecipadamente quais serão as suas decisões finais.Ele não precisa de "experimentar" nada.Já usou antes essas roupas e sabe que não lhe ficam bem;não são o estilo" dele". E como a vide de um Mestre é dedicada à constante auto-realização de quem se conhece como é, tais sentimentos desajustados jamais o afectarão.
É por isso que os Mestres se mantêm imperturbáveis em face daquilo a que os outros chamam calamidade.Um Mestre louva a calamidade pois o Mestre sabe que das sementes da catástrofe(e de todas as experiências)surge o crescimento do EU.

do livro conversas com Deus de Neale Donald Walsch

Sentimentos e Emoções!

A dor... tão incompreendida pelo Ser Humano, canal de transmutação, canal de aprendizado para a Luz!

No rio lamacento das trevas humanas é a Luz que direciona para o crescimento e para Deus! É o canal da alquimia do ego inferior para o Eu Superior! Emoções que levam o Ser Humano aos maia*, a entrar nas sombras dos seus próprios medos, dos seus scripts negativos e... repetir constantemente as mesmas dores: ilusão de rejeição, de solidão, de fracasso, de menos valia, de abandono, de vitimação... e nesta repetição, em determinado momento, o ego cansa de sofrer e num gesto de total desespero, ele "olha para cima" e vê Deus!
Ele olha para dentro de si mesmo e vê sua própria Luz!

E neste momento, ele inicia seu processo de amadurecimento... neste momento ele escolhe a Luz! E começa seu processo de autotransformação, da alquimia de suas sombras para Luz!

Emoções... Emoções... Emoções...! Quanta confusão entre emoções e sentimentos!

Justificamos todas as nossas dores alegando emoções, acreditando que são elas que nos tornam humanos!
São os sentimentos verdadeiros que nos tornam Luz! Emoções são os mais criados pelo ego humano para justificar atitudes, que nos levam ao mundo sombrio da dor!

Cinco são os verdadeiros sentimentos do ser que busca a Luz:
Alegria / Tristeza / Medo / Raiva / Amor.

Estes sentimentos são intrínsecos ao Ser Humano... todo o resto são emoções que devemos aprender a equilibrar e controlar:

Alegria é um sentimento! Euforia é emoção! O sentimento de contentamento na alma faz com que vivamos a vida com leveza e serenidade!

Tristeza é um sentimento! Depressão é emoção! O sentimento da tristeza é natural em algumas situações da vida, mas a confiança na Lei, em Deus, faz com que sublimemos esta dor, porque compreendemos que a "dor é do ego" e não do Eu Superior! Compreendemos que tudo é passageiro e transitório!

Medo é um sentimento! Pânico é emoção! O ego humano tem vários medos que servem até como autoproteção, autopreservação, é o sentimento que nos alerta, muitas vezes, de perigos, mas o medo constante, sem motivo aparente e real, é falta de confiança no nosso Eu Superior, falta de auto-estima, falta de confiança na vida, no Plano Superior! A confiança em algo maior e em nós mesmos nos faz sem medos!

Raiva é um sentimento! Ódio é emoção! Na caminhada terrena, muitas vezes expressamos o sentimento de raiva, até como um posicionamento em algumas situações, mas este sentimento é muito rápido, muito passageiro, e é onde devemos aprender a deslocá-lo para atitudes realizadoras, soluções concretas! Estas situações servem como oportunidades de exercitarmos a paciência, tolerância, empatia e compreensão! Mas o que leva à dor profunda é quando transformamos a raiva em rancor, em mágoas, em ódios que destruem nosso equilíbrio, nossa saúde física, emocional e até espiritual! O ódio, o rancor, a mágoa, são grilhões que nos prendem à situação geradora da emoção e a Lei nos obriga a revivê-la até a transmutarmos!

Amor é um sentimento! Paixão é emoção! A maior expressão da Luz é o Amor! É a alavanca para o Processo de Iniciação! É o que leva ao altruísmo, ao humanitarismo, ao amor fraternal, universal, incondicional! No plano terreno, "ensaiamos" este sentimento nas relações afetivas e familiares! Iniciamos a descoberta do amor, ainda apegados à emoção de posse, de ciúmes, de condicionamentos, mas é o primeiro passo para alcançarmos o Amor Universal! Aprisionados aos maia do ego, envolvemo-nos nas paixões desenfreadas, justificando atitudes egóicas como sendo Amor! O Amor desprende, liberta! É a base da felicidade e da harmonia interior!

Olhemos para dentro de nós... O que realmente expressamos para nós mesmos e o mundo ? Sentimentos? Emoções? Este é o exercício diário de quem busca o crescimento! É necessário higienizarmos o nosso Corpo Emocional! O desequilíbrio no emocional é o que nos leva a tanta dor, a tanto sofrimento! Quando acalmamos nossas emoções, nós nos tornamos serenos, tranqüilos e confiantes!

As emoções nos levam às ilusões, a criarmos expectativas irreais e a comprometemos nosso discernimento, nossa capacidade de julgamento, nosso corpo mental, espiritual e físico! Comprometemos nossa aura, nosso corpo sutil! Distorcemos a realidade, ficando imersos nos mais!
Busquemos equilibrar e controlar nossas emoções, mantendo-as na faixa do equilíbrio dos sentimentos! Entremos em sintonia com a vida, com nosso Eu Superior, pois quando em sintonia com nossa alma, estamos plenos de todos nosso Poderes!
aprendizados e a Postura perante a vida é que faz a diferença.

Ingrid Dalila Engel

Exercício de Auto-Amor

Muito se fala hoje em dia,ou se tem falado,sobre o amor"Para amar alguém é preciso primeiro amar-se"-uma frase moderna que ecoa por todos os ambientes actualmente.O que que dizer exactamente esta frase?...Será que esta frase convocar-nos-á ao egoísmo do tipo"primeiro eu depois o outro?"...o que é primeiro amar-se para depois amar o outro?

...Pois bem,esta grandiosa e oportuna questão leva-nos a outra muito mais antiga,bíblica mesmo:"Amai o próximo como a ti mesmo"...O que é amar o próximo como a mim mesmo?...Como posso amar o próximo como a mim mesmo?...Devo eu amar o outro e de igual modo a mim analogamente?...é absolutamente necessário que percebemos essas duas frases-a antiga e a moderna-pois elas remetem-nos á relacão entre o EU e o OUTRO, tendo pelo meio o amor.Não será assim?

As duas frases a lei Divina e a lei mundana apresentam a indisponibilidade de haver amor tanto para nós mesmos como para os outros;doado obviamente com generosidade,com cuidado,com atenção e com compaixão.Mas como posso doar algo se não tenho nem para mim mesmo?...Como saberei-me amar-me sem ser egoísta e oportunista na minha relação com o outro?

Amar significa também prover a subsistência e o prazer.Como se encontra a sua vida dentro destas duas questões fundamentais?
Será que está se alimentando adequadamente ou,simplesmente,está a encher-se de "lixo" achando que,na realidade,está muito bem assim?...

Estará sobrecarregando-se com atividades de todo o género e não sobra tempo para dormir sossegadamente?...Encontra-se em estado de stress continuo?...De todas as vezes que as pessoas lhe pediram algo,quanta vezes,que dentro do seu coração teve vontade de dizer "não",mas,ao contrário disse "sim"?...Será que já não possui um vocabulário que contenha um não dentro de si?...Será que automáticamente,atenderá a todas as requisições feitas à sua pessoa?
Estas últimas questões têm a ver com a subsistência do seu eu físico(ego)e da sua individualidade dentro da sua própria vida,e claro nas suas próprias relações com os demais!

Om Shanti de Carlos Amaral

O Poder da " Forma de Pensar Coletivo" em nossa vida.

Chamamos de Egrégora; a força gerada pela somatória de energias físicas, mentais e emocionais de duas ou mais pessoas reunidas com qualquer finalidade. Ou seja , é uma forma-pensamento coletivo que utiliza a matéria fluídica ou matéria astral para compor as características de acordo com a natureza do pensamento.
Os pensamentos com características boas ou positivas atraem boas energias e afastam cargas negativas. Assim como os pensamentos ruins ou negativos fortalecem o mal, atraindo cargas negativas.

A Egrégora acumula energia de varias freqüências, assim sendo quanto mais poderoso ser um individuo em suas mentalizações, boas ou más, mais força estará emprestando para essa egrégora.
Todos os agrupamentos humanos possuem suas egrégoras características: todas as empresas, clubes, religiões, famílias, partidos, etc.

O que mais preocupa é que um ser humano nunca vence a influência de uma egrégora caso se oponha frontal-mente a ela. A razão é simples, uma pessoa por mais forte que seja mentalmente, permanece uma só e a egregora é coletiva.
A egrégora se realimenta das mesmas emoções que a criaram, assim sendo a egrégora negativa gerada por sentimentos de revolta, ódio, medo, negatividade de um modo geral exige mais desses sentimentos.

Exemplos:

1- Numa revolução ou numa guerra a egrégora alimentada ali por formas–pensamentos são de ódio, revolta, destruição,etc.
2- Um grupo de pessoas se queixando sempre das mesmas coisas, das dificuldades da vida, falando mal de alguém, etc, a egrégora alimentada ali por formas–pensamentos são de; pessimismo, negatividade, insatisfação, depressão, etc.

Já as egregoras que são criadas com emoções boas tende a induzir seus membros a continuar sendo saudáveis.

Exemplos:

1- Locais sagrados como templos, igrejas,etc a egrégora alimentada ali por formas–pensamentos são de fé, esperança, amor,caridade,etc.
2- Um grupo de pessoas reunidas para uma confraternização alegre , para estudos, para ajuda ao próximo,etc, a egrégora alimentada ali por formas–pensamentos são de; amizade, amor , harmonia , felicidade,etc..

Como identifico egrégoras negativas?

Quando você se aproximar ou conviver com pessoas ou locais com grupos de pessoas que estão intoxicados por egrégoras negativas perceberá a curto ou médio prazo alguns sintomas em você que vão se agravando em níveis diferentes:

Nível 1
Você começa a sentir sintomas de ansiedade, depressão, nervosismo, agitação, insatisfação ou solidão, sonolência insistente, dor de cabeça constante,etc.

Nível 2

Os sintomas começam a se agravar onde surgem problemas na vida particular, familiar, afetiva, profissional e financeira, discussões inexplicáveis, pois você já se acostumou com aquele padrão vibratório.

Nível 3

Neste grau surgem neuroses, apatia e idéia fixa , fobias e paranóias, que todos a sua volta percebem, menos você.

Nível 4

Finalmente, suas energias entram em colapso e surgem somatizações concretas de enfermidades físicas, perda de memória, sensação de redução de vitalidade, etc .

O que devemos então fazer para participarmos somente das egrégoras boas?

A única maneira de vencer a influência das egrégoras negativas é não se opor frontalmente a ela, mas sim se afastar dela e participar somente de egrégoras positivas identificando grupos de pessoas com pensamentos sempre no positivo; gente feliz, descomplicada, de bom caráter, boa índole, saudável, com dinamismo, etc.
Uma vez obtido o grupo ideal, todas as egrégoras geradas ou nas quais você penetre, vão induzi-lo à saúde, ao sucesso, à harmonia e à felicidade.

A escolha agora esta em suas mãos.

Seja feliz.

"A esperança é o sonho daqueles que estão acordados"
“Nunca desista, se você não desistir nunca será derrotado”
Pense Positivo Sempre.

Valter Carmona

Escolhas

As escolhas que fazemos em nossas vidas, na maioria das vezes não são de acordo com a Lei Divina de Deus, mas sim em função dos nossos desejos ilusórios do que pensamos ser bom para o nosso ego momentâneo.
Mas a vida e muito mais que isso, o livre-arbitrio que nos foi dado foi para Iniciarmos a nossa Ascenção de volta a Fonte. Para alinharmos a nossa Vontade com os critérios da Lei divina.
Nascemos para sermos líderes na Luz e para a Luz de Deus, a própria Luz que carregamos em nosso interior, conduzindo-nos pelas nossas escolhas em direcção á verdadeira realização.
Nascemos da Luz, caminhamos na Luz e vamos em direcção á Luz…
O nosso objectivo como seres de Luz que somos é a longo prazo que tem que ser visto, com a intensidade de estarmos a fazer as melhores escolhas para nós mas pensando sempre em todos aqueles que nos rodeiam. Percebendo que ao escolhermos o melhor (no conceito do Divino) estamos aumentando o nível vibracional de quem ta á nossa volta no retorno a Fonte. Pois tudo é energia, vibração…
Se nos despirmos dos nossos egos e começarmos a ouvir a voz do nosso coração, aquela chama de Luz que lá está desde que aparecemos aqui neste planeta, e olhar-mos á nossa vendo aquilo que fazemos por vezes com nossas escolhas… talvez conseguíssemos SER em vez de andar por esta estrada da vida, sempre procurando e escolhendo nem sempre o melhor para nós e para o planeta.

do livro mensagens de Jesus de Alexandra Solnado.

A ascensão pessoal

A ascensão pessoal ocorre com a participação activa ou não do individuo.
No entanto,a consciência desse processo pode acelará-lo e á medida que mais pessoas vão despertando e se voltando para a aceleração consciente do processo de ascensão,os seres humanos vão auxiliando o planeta em sua mudança e isso faz com que a mudança de vibração possa ocorrer sem grandes complicações(cataclismas,desastres,acidentes causados pela natureza se reequilibrando.etc).
Se a frequência dos habitantes também se eleva juntamente com a do planeta a mudança ocorre de forma harmônica e natural,pois os habitantes dão a sustentação energética que o planeta precisa.

retirado manual de ascensão

Propósito

Quando estiveste cá em cima,antes de reencarnares,foi-te confiada uma missão.
Todas as almas vão á terra com uma missão.Ter um propósito faz parte de experiência da matéria.
A sobrevivência por si só não é um propósito espiritual.
Trabalhar com intuito único de ganhar e amealhar riqueza não é um propósito espiritual.
Um propósito,por exemplo,é a experiência.Passar por determinadas experiências para conhecer o âmbito e a extensão da participação do espirito na matéria.
Isso é um propósito.
Acontece que as pessoas nascem,e a sobrevivência passa a ser o propósito.
Em nome da sobrevivência,descuida-se o propósito.
Sem propósito nada acontece.Sem propósito ou com um propósito assente apenas em retorno material,até pode acontecer alguma coisa,mas não se alcançam os grandes voos cerimoniais.
Olha para dentro de ti e questiona o propósito desta iniciativa.
Para que serve?Em que é que isso ajuda a humanidade ou as pessoas que te são mais chegadas? Porque é que estás a fazer isso?É por ti,para te sentires mais completo,ou será que é para teres algum retorno,material ou afectivo?
Olha para dentro do teu coração,e sente.
E ficarás a saber a resposta.

do livro luz-pergunte o céu responde de Alexandra Solnado

Julgamento

As entidades espirituais de luz estão sempre nos alertando...
NÃO JULGAIS
Tenho observado que grande parte de humanidade,ainda não compreendeu o significado deste conceito...
NÃO JULGAIS quer dizer"não analisar","não comparar com modelos","
simplesmente ACEITAR como as coisas estão acontecendo...
"Não criar expectativas","não achar que algo está errado".
É ACEITAR as coisas como estão acontecendo...
É tão simples ser feliz...
Todo o JULGAMENTO leva uma comparação,se estamos analisando estamos considerando algo certo ou errado...Temos que estar cientes que a nossa ALMA,esteve possivelmente em muitas existências na terra...Nossa mente,nosso intelecto é limitado á "encarnação" que estamos vivendo agora...Sabemos que a nossa ALMA esta "encarnada"
agora,possivelmente numa situação de aprendizado com o "outro" é exatamente o "espelho" que EU FUI AQUILO TAMBÉM em outra existência de vide terrena...Finalizando:Ou aprendemos a lição ou então seremos reprovados de ano...Uma nova encarnação ficará então faltando para este aprendizado de ALMA... E assim é...
Portanto,tudo está certo...

autoria desconhecida

O Passado

O passado é uma máquina de fazer seres em desespero.
O passado é que traz ansiedade.
Tudo tem que ser melhor do que foi,tudo tem que se relacionar com o passado.
O que foi, não volta, o que virá tem que ser melhor, tem que ser melhor!
Há pessoas que vivem as suas vidas emocionalmente dependentes.
Perderam-se no "o que é que eu fui" e deixam de de preocupar com "o que é que eu sou" ou ainda com "o que é que serei".
A referência ao passado é o que não vos deixa crescer, evoluir.
Para qualquer lado que vás, tens que ir para a frente, para abrir novos caminhos, para inventar novos atributos destinados ao teu ser.
Quando te restringes ao passado, deixas de ter foco no que serás,e ficas saudosamente recordando o que foste,sempre a achar que nunca farás nada superior a isso.
Pela ordem natural das coisas,hoje estás mais velha do que ontem e por conseguinte mais sábia,mais tolerante,mais decidida,estás mais conectada com o ser que és.
Age hoje sem levares em conta o que fizeste ontem. Aproveita apenas o fluído de sabedoria que o que fizeste ontem deixou em ti.
Olha hoje para os novos desafios ,e utiliza a tua sabedoria para vence-los.Assim estarás sempre no hoje e no amanhã,deixando o passado para trás.

Do livro mensagens de Jesus de Alexandra Solnado

Essência

A essência é a parte ínfima de cada um de nós.
A nossa essência seria a parte mais «nossa» que colocamos nas coisas.
Nas coisas que fazemos,nas coisas que pensamos.E principalmente nas coisas que escolhemos.
O que é escolher certo?
Anda toda a gente preocupada com o certo e com o errado...
Escolher certo é escolher as coisas que conferem com a nossa essência...sem pensar em mais nada,sem ponderar mais nenhuma condicionante.Sem fazer qualquer tipo de análise.
Só assim... e pronto.
A escolha feita em Harmonia com a essência é sempre benéfica porque materializa o que já somos em espírito.Uma boa escolha pode espelhar o que tu és na tua essência.E por aí,sejam quais forem as consequências resultantes dela,estarás a evoluir.
Uma má escolha é a que é feita de acordo com um sem-número de motivos,mas nunca pela essência.

do livro mensagens de Jesus de Alexandra Solnado

Máscaras

Para de mentir a ti próprio.
Tu inventas-te uma personagem,e queres que todos a aceitem para que não possam ver a verdadeira pessoa que és.
Porque é que te queres esconder?
Porque é que não gostas de ti?
Gostaria que soubesses que nós aqui em cima só lidamos com a verdade.
Podes esconder a verdadeira pessoa que és de todos.
Até a podes esconder de ti próprio.
Mas nunca a irás esconder de mim.
Eu vibro pela verdade.E ao vibrar pela verdade,atraio a verdade.
Tu,de tanto te esconderes dos outros,escondes-te de ti próprio.
Já não sabes quem és.
Já não sabes quem serias.
Como eu já te disse várias vezes:"descobre o que o universo quer de ti e transforma isso na tua maior prioridade."
O que o universo quer de ti agora é que retires essas máscaras que
inventas-te e que não espelham a tua pessoa,parando tudo para iniciares a forma de saberes quem és.

do livro Mais Luz...Alexandra Solnado
Todo o ser humano,em qualquer nível,em qualquer escala da vida, só tem um objectivo: ser feliz.Para se chegar a tal estágio,deve existir um perfeito equilibrio nterior,passando por muitos sofrimentos,em diversas fases da vida.Esse caminho a ser percorrido faz com que,muitas vezes,não consiga atingir esse objectivo e,então,desiste-se. Quando isso acontece, é porque esse individuo não tem consciência plena daquilo que deseja,ou melhor,não tem perseverança na busca desse equilibrio interior. Porém uma vez alcançado,torna-se senhor de si. Ele passa a descobrir que toda a procura não está nas coisas nem nas pessoas.Está dentro de si....

do livro alma gémea de Dulce Regina

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Liberte-se de seu passado


Para que você se liberte de seu passado, é preciso que tome consciência de que ninguém na Terra está seguro de nada, e que todos temos limitações. Seu passado não deve ser seu entrave. Considere que seus equívocos, assim como os limites que a vida o impôs, são motivos para que você cresça em busca de felicidade.

As pessoas que porventura o tenham magoado, devem ser colocadas à conta de auxiliares do seu processo de crescimento e de busca de felicidade. Elas, em si, não representam ameaça nem são culpadas. São, ou foram, apenas instrumentos úteis para que você se conhecesse mais. O que elas fizeram ou fazem a você, e que o incomoda, deve ser analisado como algo que o permite conectar-se ao que internamente ainda não está resolvido. Com elas, você não pode perder a oportunidade de descobrir seu mundo inconsciente, identificando os conteúdos que favorecem a ocorrência de situações de sofrimento a fim de solucioná-las.

Não deixe que o ódio ou a mágoa o impeça de ser feliz.

Esses dois são poderosos empecilhos ao amor e à paz. A felicidade passa pelo coração sem mágoas. Lembre-se de que tudo aquilo que você debita ao outro como culpa pelo seu sofrimento aponta para algo em você que ainda não se resolveu.

Quando a angústia atingi-lo, trazendo-lhe tristeza e melancolia, é preciso se lembrar do significado que ela representa. É necessário perceber que, a angústia que muitas vezes nos acomete a alma, advém da saudade de algo indefinido. Essa saudade que se transforma em angústia é a falta de confiança acrescida da incerteza quanto ao próprio futuro. Sentimos saudade de algo ou alguém que não sabemos onde, quando ou se ao menos vamos um dia encontrar.

Sentir saudade, chorar por alguém que não podemos sentir próximo, nos torna seres emocionalmente vinculados ao coração da pessoa querida. Isso, sem o desespero ou a posse, faz bem à alma. É bom sentir saudade e se lembrar de pessoas que fizeram parte de nosso passado e que estejam momentaneamente longe de nós. Pelas portas do coração não existem distâncias. No fio da saudade passa a energia do amor que conecta corações que se amam. Porém, não permaneça muito tempo na energia da saudade.

Ela pode viciar e levá-lo a ficar preso ao passado. Com a energia da saudade faça uma oração em favor da pessoa com quem você fez a conexão emocional.

Para se libertar do passado é preciso ter consciência de que ele não deve necessariamente ser esquecido, mas ressignificado. Não tente esquecê-lo, mas lembrar dele como uma experiência que se teve; seja ela boa ou ruim. Quando boa, deve ser lembrada com alegria. Quando ruim, deve ser lembrada como aquela que o ensinou algo.

Não se culpe pelo que fez no passado ou pelo que faz no presente. Se fez, está feito. Se ainda faz, não faça mais e assuma as consequências por isso. Lembre-se de que os erros cometidos são lições aprendidas.

O passado culposo e que se deseja esquecer representa o campo da experiência que se viveu, porém, não é a mancha eterna que nos macula a alma. A mácula em nós é a ignorância de acreditar que não temos direito à felicidade. Não há futuro sem passado e todo passado está revestido de ignorância. Não há quem não tenha vivido experiências equivocadas. Na Terra, ninguém esteve, ou está, livre de viver experiências consideradas transgressões à ordem vigente. Transgressões ou não, temos que aprender a vivê-las conscientemente.

Olhando para nosso passado temos, hoje, a clareza de ver que erramos, porém, na época agimos como sabíamos ou tínhamos condições. No futuro, avaliaremos o que fazemos hoje e poderemos também perceber os equívocos ou o que poderia ter sido evitado. Arrepender-se do que se viveu é inevitável, mas o arrependimento só surge mediante a ampliação da consciência e da capacidade de amar.

Muitas coisas que nos serviram ontem não nos servem hoje e isso evidencia que hoje somos melhores do que ontem. A culpa impede que percebamos o movimento da vida com liberdade e com o sentimento de realização íntima.

Nossa ignorância nos leva a criar juízes implacáveis na consciência que, de fato, não existem. Eles são frutos da educação, da cultura e de nossa ignorância quanto a nós mesmos. Precisamos colocar na consciência um Criador amoroso e benévolo, compreensivo e paciente, para que não nos punamos por tão pouco.

Tais juízes não são maus em si, mas se transformam por conta de nossa facilidade em dar-lhes o poder de nos comandar.

Não vivemos sem eles, mas, lhes atribuímos um caráter absoluto.

Muitas vezes, nos sentimos culpados por não alcançar certos desejos, acreditando que somos incapazes. Quando, por exemplo, um casamento não dá certo, por fatores múltiplos, é comum um dos cônjuges se perguntar onde foi que errou e lamentar a perda.

O equívoco pode pertencer a qualquer deles, porém, os fatores que levaram à separação física ou emocional estão influenciados por valores pessoais e sociais. Um fracasso não deve representar a perda da própria motivação de viver.

Ele representa uma deficiência na estratégia utilizada para alcançar a felicidade.

Na próxima experiência naquele campo em que se fracassou deverá ser utilizada outra estratégia. Pense também que você precisa modificar seu desejo. Ele poderá estar levando-o exatamente para o lado contrário de sua própria busca interior.

O tipo de desejo e a forma de alcançá-lo nem sempre estão conectados adequadamente.

Lembre-se de que você deve retirar de cada experiência algo de útil e bom para si próprio. Tudo que lhe acontece é um caminho trilhado que poderá ser repetido ou não, a depender de sua vontade. As situações adversas a enfrentar devem ser vividas em seu momento e não de forma antecipada. Quando isso ocorre, gera ansiedade a qual promove infelicidade. Se você sabe que vai vivê-la, prepare-se para fazê-lo com equilíbrio e de forma a extrair dela o melhor possível.

Nunca se esqueça de que somos filhos do Altíssimo e dele recebemos o bom estigma de alcançar a felicidade. Ela deveria estar em nosso presente e será nosso futuro. Em sua trajetória, deseje o próprio bem pessoal tanto quanto o de qualquer pessoa com quem se encontre. Faça o bem quando você puder, a qualquer pessoa que surja em seu caminho. Não olhe para o passado a ponto de se deter nele. Fixe o presente e o futuro.


Adenáuer Novaes
Do Livro - FELICIDADE SEM CULPA 2ª edição

O contrário da morte

Acabei de ler Milagre nos Andes, o relato impressionante de Nando Parrado, um dos sobreviventes daquele célebre acidente aéreo que aconteceu trinta anos atrás e que deixou vários jovens uruguaios perdidos no meio da cordilheira, sem comida, sem comunicação, sob temperaturas gélidas e tendo que se alimentar da carne dos colegas
mortos.
Agora um deles conta em detalhes como foram aqueles 72 dias de luta pela vida, num livro que se lê fácil como se fosse uma reportagem e que faz a gente se perguntar: do que, afinal, tanto reclamamos, se temos água, pão, cobertor e afeto?
Afeto, na verdade, é uma palavra soft, amor é mais contundente. Nando Parrado se propôs a mostrar que, se a morte tem um oponente, não é a vida, é o amor.

É a única coisa que pode fazer alguma diferença diante da magnitude da morte, da onipresença da morte, da longevidade da morte: sim, porque a morte, a partir do momento que ocorre, passa a ter um período de duração infinito, e antes de virmos ao mundo ela também já existia nessa mesma infinitude de trás pra frente. Onde estávamos antes de nascer? De certa forma, mortos também. Nossa vida é apenas uma pequena brecha de tempo entre duas ausências acachapantes. E para justificar esse breve intervalo de vida e enfrentar a soberania da morte, só mesmo amando.

Tem se falado pouco de amor, virou uma coisa meio piegas, antiga. Hoje cultua-se muito mais a paixão e demais sentimentos vulcânicos, aqueles que fazem barulho,que inspiram loucuras, que causam polêmicas, que atormentam, 102 que dilaceram, que fazem as pessoas se sentirem, ora, vivas. O filósofo romeno Cioran disse que é melhor viver em frenesi do que na neutralidade, e tem razão, vigor é algo de que não podemos abrir mão.

A questão é que nada é mais vigoroso que o amor, esse sentimento que erroneamente relacionamos com comodidade e mornidão, tudo porque associamos amor ao casamento: esse sim pode vir a se tornar algo acomodado e morno. O amor pega essa carona injustamente.

Amor não é apenas o que aproxima um homem e uma mulher (ou dois homens ou duas mulheres). Amor envolve pais e filhos, envolve amigos, envolve uma predisposição emocional para o trabalho, para o esporte, para a gastronomia, para a arte, para a religião, para a natureza, para o autoconhecimento. Amor é um estado de espírito que nos move constantemente, é uma energia que não se esgota, é a única coisa que faz a gente levantar de manhã todos os dias sem entregar-se para o automatismo, é o que dá algum sentido para este hiato entre duas mortes. Isto não é vulcânico? Ô.
Parece sermão de padre, parece texto de romancezinho barato, parece muito piegas,sim, mas e daí? Nando Parrado só conseguiu sair do meio da neve e do nada porque pensava dia e noite na dor que seu pai estaria sentindo.

Outros sobreviventes só conseguiram suportar o frio, a fome e o desespero porque tinham quem esperasse por eles do outro lado da cordilheira. Tiveram sorte, coragem e inteligência para transpor os obstáculos, e venceram, mas o próprio Nando admite: não houvesse um sentimento, pouco adiantaria.
Nós, com nossos obstáculos infinitamente mais transponíveis do que a cordilheira, deveríamos experimentar mais deste viagra motivacional chamado amor.
E azar se parecermos cafonas.
( Doidas e Santas )

Martha Medeiros

quinta-feira, 29 de setembro de 2011



“Quando sou continuamente atingido pelas tempestades da vida e meu espírito se esvai, tudo que preciso fazer é segurar aquele presente chamado ‘fé’, o suporte que me fará atravessar as tormentas. Fé não precisa de lógica, mas trata-se simplesmente de acreditar. Acreditar no eu e na força que existe dentro de mim. Fé é a semente de todos os milagres e a fundação para tornar possível o impossível.”

Brahma Kumaris

Se você acredita, parece verdade...



Quantas vezes já dissemos: "Eu sou assim mesmo" ou "É, as coisas são assim". Essas frases na realidade estão dizendo que isso é o que acreditamos como verdade para nós, e geralmente aquilo em que acreditamos não passa da opinião de outra pessoa que incorporamos no nosso sistema de crenças. Sem dúvida, ele se ajusta a todas as outras coisas em que cremos.
Você é uma dessas pessoas que acordam numa certa manhã, vêem que está chovendo e dizem: "Que dia miserável?”

Não é um dia miserável. É apenas um dia molhado. Se usarmos as roupas apropriadas e mudarmos nossa atitude, podemos nos divertir bastante num dia chuvoso. Agora, se nossa crença for a de que dias de chuva são miseráveis, sempre receberemos a chuva de mau humor. Lutaremos contra o dia em vez de acompanharmos o fluxo do que está acontecendo no momento.

Não existe "bom" ou "mau" tempo, existe somente o clima e nossas reações individuais a ele.

Se quisermos uma vida alegre, precisamos ter pensamentos alegres. Se quisermos uma vida próspera, precisamos ter pensamentos de prosperidade. Se quisermos uma vida com amor, precisamos ter pensamentos de amor. Tudo o que enviamos para o exterior, mental ou verbalmente, voltará a nós numa forma igual.

Trecho do Livro "Você Pode Curar Sua Vida", Louise L. Hay

Postagens Recentes