Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Ouse e conquiste, mude sua vida para muito melhor

Merecemos tudo de bom que a vida tem a nos oferecer. O que entregamos para a vida, ela devolve na mesma medida. É a lei.

Se você está parado ou se repetindo, a sua vida fica literalmente sem movimento. Somos os protagonistas do nosso teatro/vida. Sempre.

Uma questão é ter muita energia empenhada em nome de inúmeros interesses em todas as áreas das nossas vidas, outra questão não menos importante é o fato de tudo ser passageiro e das nossas "missões", na maioria das vezes, serem apenas e tão somente ideais auto-impostos sem que haja fundamentação genuína para que este gasto de energia/vida promova efetivamente um profundo e significativo sentido da existência.

Pessoas que passam por crises de vida, seja por conta de traumas, perdas afetivas, grandes transformações da consciência por busca pessoal, etc., costumam chegar à conclusão de que o que realmente importa é sermos felizes; mesmo que por vezes isto tenha um caro preço de conquista, sempre será melhor do que estarmos onde não devemos estar.

Tenho absoluta certeza de que, seja qual for o caminho escolhido para este intento -que, na certa, é muito mais rápido do que você pode imaginar-, logo se perceberá num ambiente muito mais favorável do que o anterior, tão conhecido por você.

Se por algum acaso tiver a clareza de que chegou ao seu limite, ouse e conquiste. Tenha a certeza de que o paraíso é aqui, no planeta Terra mesmo.

Se, ainda, você tiver a clareza do que pretende mudar em você e mesmo assim ainda estiver com alguma dificuldade de reprocessar algum padrão emocional repetitivo, que o(a) desagrada e que o(a) envolve em situações não mais desejadas, não deixe de buscar ajuda terapêutica. Às vezes, não damos conta de tudo sozinhos.

Hoje, temos o EMDR e o Brainspotting como umas das ferramentas mais potentes e rápidas para a "Cura emocional na máxima velocidade". Leia um pouco sobre esta terapia inovadora:

A focalização de elementos da memória traumática ou de outras quaisquer questões perturbadoras, mais a estimulação bilateral (visual, auditiva ou tátil) promovem o "diálogo" entre os hemisférios cerebrais e por consequência, a "metabolização" (reprocessamento) destas situações emocionais escolhidas para serem reprocessadas.

Em pouco tempo, a pessoa tem a sensação de maior distanciamento da perturbação emocional e espontâneamente começa a reavaliar suas questões e experiências de vida a partir de uma perspectiva mais otimista. Em seguida, cria-se espaço para reprocessar vivências de modo totalmente diferente do que foi anteriormente concebido como realidade de vida.
Num exemplo específico de um trauma de um grave acidente, este normalmente perde a capacidade de mobilizar o indivíduo. Isto serve para qualquer situação em que nos vemos paralisados. O EMDR vai lá ao fundo de suas memórias e significados, reprocessa-as até que elas percam toda a força de comando paralisante. Pode ser desde um vício, medo, fobia, perdas afetivas, etc... Ao final, prazerosa e espontâneamente, porque nós somos assim e sempre desejamos o prazer, chega a libertação e, por fim, estaremos plenamente felizes.

O EMDR facilita o resgate de bons momentos. A partir destas conquistas, a pessoa pode se organizar para muito melhor, superar inadequados sentimentos de culpa, planejar melhor o futuro, viver melhor o momento presente e desejar coisas boas para si.

Lembre-se de que você é o protagonista de sua existência. Escolha sempre o melhor para você. Pesquise caminhos para resolução de conflitos, tenha coragem e conquiste a si mesmo. Você pode. Você merece ser feliz.

Silvia Malamud

Nenhum comentário:

Postagens Recentes