Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Sou a favor

Se há alguma coisa que você não quer na vida, pare de se preocupar com ela e pare de falar nela!
É a energia que você investe que a mantém viva.
Retire essa energia, e o problema desaparecerá.
A briga é o exemplo perfeito: se seu marido voltar para casa procurando briga e você se recusar a discutir, o que acontecerá?
Só restará a ele brigar consigo mesmo!
Sempre que você estiver preocupado, constrangido ou simplesmente pensando em alguma coisa, as outras pessoas continuarão falando nela.
Quando a gente de fato abre mão de uma coisa emocionalmente, ela se evapora.
Isso leva a outro princípio: quando largamos uma coisa, ela nos larga.
Ou seja: enquanto você estiver se defendendo, as pessoas o atacarão.
Por quê?
Porque nós só nos defendemos quando estamos inseguros quanto a nossa situação.
Verdade!
Quer um exemplo?
Digamos que você seja objeto de fofocas no escritório.
Se começar a fazer declarações públicas afirmando a sua inocência, só estará botando lenha na fogueira.
Basta não fazer caso, para que tudo passe.
Não estou dizendo que você não deva se defender.
Não.
O que quero dizer é que enquanto protestamos e sofremos, enquanto estivermos saltando de um lado para outro, manteremos o problema vivo.
Eu me lembro de ter visto passeatas de protestos nos anos 60.
Perguntei ao meu pai: “Por que eles se espancam assim?”
E ele respondeu: “Porque querem a paz!”
A gente não combate a guerra.
Concentra-se na paz.
Em poucas palavras: se você transformar a vida numa campanha contra o que quer que seja, as coisas que combate se expandirão.

Decida do que você está a favor.

Andrew Matthews

Nenhum comentário:

Postagens Recentes