Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Felicidade.

Felicidade é quando o corpo e a alma estão em sintonia. As vezes a gente sonha com a alma, mas o corpo não acompanha. A alma de tão leve pode voar, mas o corpo é pesado demais para decolar, ou então no que o corpo sente prazer a alma não acha graça.

Na maior parte do tempo alma e corpo estão desencontrados. Mas o que será que nutre a cada um deles. E o que os separa e o que os atrai? Nessa altura dos acontecimentos é necessário descobrir esse isolamento ou união entre eles, caso contrário nunca se encontrará a verdadeira felicidade. Nós seres humanos só queremos ser felizes na individualidade, ninguém quer se feliz de forma coletiva. É cada um por si. Se o mundo está como está, violento, em crise e repleto de guerras é porque todos nós estamos assim da mesma maneira. A sociedade atual é reflexo do nosso completo desequilíbrio.

Para ser feliz hoje em dia é preciso quebrar paradigmas, pois paradigma significa “cultura geral vigente”. Ou seja, é a maneira como as pessoas em conjunto vêm um fato, entendem um fenômeno e assim criam crenças e regras. A alternativa a tudo isso é seguir por outros caminhos, estradas que não são pavimentadas como são essas onde todo mundo está viajando e por isso são bem mais trabalhosas.


Andre Luis Aquino

Nenhum comentário:

Postagens Recentes