Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

domingo, 13 de maio de 2012

O caminho!

Quando já estamos certos do nosso caminho, das estradas que vamos ter de percorrer, deixamos de correr, de hesitar, de delegar, deixamos de guardar para depois, deixamos de estar em ansiedade ou de sermos apressados.

Deixamos de pensar: tenho tempo ou não tenho tempo, passamos a criar o tempo necessário para o nosso propósito. Deixamos de exigir dos outros, de esperar dos outros, mas criamos novas metamorfoses, novas nuances onde integramos os universos conjuntos com os que amamos, auxiliando-os sem que saibam. Quando estamos já certos do nosso caminho, é porque uma jornada foi concluída dentro de nós, e essa jornada levou-nos a um auto-conhecimento profundo, a um ato de aceitação e amor da vivência da nossa verdade interna. 

Quando estamos cientes do nosso caminho, sabemos o nosso propósito, dessa forma podemos adaptar a vida humana à vida espiritual, integramos todas as multi-dimensões do nosso ser, de forma a estarmos em unidade com o ser cósmico que somos, como parte do todo que somos na unidade do ser. Quando estamos já certos do nosso caminho, das estradas que vamos ter de percorrer, sabemos que independentemente do rosto, independentemente do cenário, do ser, está essa unidade maior como luz, e que em todos os seres a encontraremos.

Quando estamos já certos do nosso caminho, sabemos que o caminho é de amor, e apenas o amor ou a luz, têm a capacidade de serem qualquer caminho que escolhas sem te perderes e sem perderes ninguém. Com amor, no puro amor que sois como caminho da luz para ti e para o teu semelhante! O caminho és tu!

-Eugénia de Almeida- in Fonte De Luz

Postagens Recentes