Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

As Pedras e as Armaduras

Foi criado o mundo e muitas pedras foram espalhadas em seu solo.

Os homens, com medo das pedras voltarem a cair, logo procuraram se proteger.

Criaram então armaduras.

Logo todos queriam usar uma armadura para sua proteção.

Depois vieram homens construindo armaduras mais belas e modernas. Começou assim a guerra pela vaidade e pelo orgulho.

Com a novidade todos trabalhavam sem parar para obter uma armadura mais moderna e bela.

Chegou o tempo em que a beleza da pessoa era vista pela beleza da sua armadura.

Certo dia um garoto decepcionado com o que via resolveu não mais usar as armaduras e saiu pela cidade.

A reação da população foi imediata e quando o viram pela rua sem armadura falaram que era maluco por desafiar as pedras. Além do mais estava feio e fora do padrão de beleza.

Ao final do dia ninguém havia visto o garoto como corajoso e sim como suicida louco.

De tanto ouvir palavras de desabono o garoto sentou-se em uma calçada e chorou.

Alguém se aproximou e perguntou:

- Foram as pedras que fizeram isso com você?


- Não, nem vi sinal de pedras, quem me machucou a ponto de me deixar assim foi o ódio e a discriminação da sociedade, que semeia a beleza da armadura em vez do amor. 

Nenhum comentário:

Postagens Recentes