Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

domingo, 16 de janeiro de 2011

Servir Traz Alegria

"O Gesto mais digno de alguém é inclinar-se para ajudar outro alguém."

Se eu encontrasse uma pessoa que me dissesse:
"Nunca tive um momento de felicidade, em minha vida"...
eu lhe diria tranqüilo:
- Meu caro, você nunca se inclinou para ajudar alguém.
Talvez ele me responderia:
- Ora, vá... Vivo fazendo isso, por força de profissão!
Eu acrescentaria, então:
Talvez seja por isso mesmo.
Você se inclina por fora.
Sua atitude não é interna, não deita raízes no coração.
Você não se inclina como gente para ajudar gente.
Exatamente ai está a grande diferença.
Sim, o gesto mais nobre de alguém é inclinar-se para ajudar outro alguém.
Mas esse tipo de atenção deve ultrapassar o mero sentimento profissional.
Ajudar alguém, no sentido mais profundo,
é descer até ele, para faze-lo crescer, para torna-lo mais gente.
Toda pessoa humana sofre de carências.
Carências que podem ser de ordem física, espiritual ou afetiva.
O pai que senta ao lado de filho, na atitude de companheiro,
de amigo ou orientador, inclina-se para o filho,
buscando responder a uma necessidade afetiva do mesmo.
O médico, a enfermeira que se inclinam sobre o doente,
procurando restituir-lhe a saúde,
atendem de uma necessidade espiritual.
Necessidade afetiva, necessidade física, necessidade espiritual:
três maneiras de inclinar-se para ajudar um outro alguém.
Sempre que nos inclinamos, sempre que buscamos ajudar o próximo,
em qualquer situação de vida, repetimos o gesto do bom samaritano
de que fala o Evangelho.
A mais profunda realização humana é a alegria de servir, desinteressadamente.
E tem mais: até um copo de água ou um pedaço de pão,
doado na generosidade, terá sua recompensa eterna...

Passar pela vida, distribuindo alegria, confortando os que sofrem,
estendendo a mão aos necessitados é outro segredo para sermos felizes.
Faça sua experiência, amigo.
Tenho a certeza plena de que não se arrependerá.
Servir é bom. Servir é confortante. Servir é gratificante.
Porque a mais profunda alegria é a alegria de servir.
O gesto mais nobre do coração humano,
o gesto mais digno de alguém,
É INCLINAR-SE PARA AJUDAR OUTRO ALGUÉM.

R. Schneider

Nenhum comentário:

Postagens Recentes