Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

sábado, 14 de agosto de 2010

Ame a si mesmo

Todo amor começa pelo amor-próprio. Para que os outros possam beber da sua taça, antes é preciso que ela esteja cheia. E, quando secar, ninguém melhor do que você sabe como tornar a enchê-la.
Amar a si mesmo significa dar ao seu corpo o alimento, o exercício e o repouso de que ele precisa. Significa ouvir com atenção seus sentimentos e pedir a outrem aquilo que deseja sem se sentir culpado.

Amar a si mesmo significa também saber fazer um elogio a si mesmo, dar tapinhas nas próprias costas. Significa abandonar de vez a autocrítica e o auto-julgamento e aceitar-se do jeito que se é.
Amar a si mesmo significa ainda ter cuidados consigo mesmo, saber dar prioridade às suas necessidades, se isso for indispensável para manter a sua integridade. Quando você cuida de suas próprias necessidades, está mais bem preparado para satisfazer as necessidades de amigos e pessoas queridas.

Amar a si mesmo significa, enfim, ser o pai do seu filho interior. Quando essa criança estiver aflita, dê-lhe amor e atenção. Leve você mesmo para jantar fora ou ofereça-se uma sessão de massoterapia. Quando você passa a dar a si mesmo, acaba se tornando uma coisa natural dividir com outrem aquilo que pode doar de si.
Ame o próximo como a si mesmo. Quantas vezes, porém, já não nos concentramos no "outro", esquecendo de ser nós mesmos? Quando você aprende a se amar e a se aceitar, sua luz interior se derrama para fora na forma de bênção e de cura para os seus semelhantes.
(a.d.)

Nenhum comentário:

Postagens Recentes