Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Os efeitos destrutivos do ódio são muito visíveis, muito óbvios e imediatos. Por exemplo, quando um pensamento muito forte ou intenso de ódio brota dentro de nós, naquele mesmo instante, ele nos domina totalmente e destrói nossa paz mental.

Nossa presença de espírito desaparece por completo. Quando um ódio ou raiva surge com tanta intensidade, ele sufoca a melhor parte do nosso cérebro, que é a capacidade de distinguir o certo do errado assim como as conseqüências a curto e longo prazo dos nossos atos. Nosso poder de discernimento torna-se totalmente inoperante, sem pode mais funcionar.

É quase como se tivéssemos enlouquecido. Essa raiva e ódio costumam nos lançar num estado de confusão, que só serve para tornar muito mais graves nossos problemas e dificuldades. Logo, ao nos conscientizarmos desse fato, deveríamos tomar a resolução de nunca dar oportunidade para que esse inimigo, o ódio, surja dentro de nós.


Dalai Lama 

Postagens Recentes