Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

sábado, 12 de março de 2011

Amar...

"Amar uma pessoa, desejando que ela desenvolva um amor recíproco por você,
não significa colocar sua felicidade de hoje dependendo da atitude que outra pessoa vai tomar amanhã.
Afinal, por que você não poderia ser feliz agora, amando uma pessoa que não te ama? Nada impede!
Talvez o problema surja justamente do erro que cometemos
ao vincular duas coisas numa relação de dependência que não precisa existir.
A minha felicidade não depende de nada, nem de ninguém, só depende de mim mesmo.
Posso ser feliz estando casado, ou estando solteiro, sendo rico, ou sendo pobre...
A falta de alguém não pode me tornar infeliz.
Se eu colocar em cima de outra pessoa a responsabilidade de me fazer feliz,
na verdade não amo essa pessoa que quero que esteja ao meu lado.
Estou usando-a como uma bengala, e nesse caso só estou amando a mim mesmo,
estou sen do egoísta, determinando que esse outro ser desincumba a função
de me servir e suprir minhas necessidades.
Isso é o extremo oposto do amor.
Amar é gostar tanto de uma pessoa,
que nós só temos vontade de fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para ajudá-la a ser melhor.
É ter alguém que nos inspira tanto carinho,
que queremos nos esforçar para sermos capazes de lhe oferecer um bem maior a cada dia."


Flavia Camargo (Livro Diferenças em Comum)

Nenhum comentário:

Postagens Recentes