Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Sobrevivendo ao sofrimento

Uma mulher, desesperada com a morte do pai, procurou Buda. Pedia-lhe que a curasse da dor que tal perda provocava.

- A cura é simples - disse Buda - Chá com semente de mostarda. Mais tranqüila, a mulher se preparava para ir ao mercado comprar as sementes, quando Buda advertiu:

- Mas as sementes têm de ser colhidas no jardim de uma casa onde seus habitantes nunca tenham perdido alguém que amam.

Dois anos depois, a mulher voltou.

- Então, encontrou as sementes de mostarda? - perguntou Buda.

- Eu estava fechada em minha dor e não entendia que a morte é parte da vida - disse ela.

- Mas descobri que tal jardim não existe; todo mundo já perdeu uma pessoa querida. E todos sobreviveram ao sofrimento. Meu coração está em paz. Sei que posso conviver com a dor e seguir adiante.

Desconheço autoria

Nenhum comentário:

Postagens Recentes