Além do horizonte, existem outros mundos a serem descobertos.
Lá, folhas não caem, elas flutuam.
Lá, o meio de transporte são pássaros que vem até você e com o suspiro de seu amor, neste mundo todos andam de mãos dadas lá é aonde a harmonia toma conta da natureza de todas as espécies viventes.
Lá, não colhemos flores, mas as flores colhem a gente.
Chegou o tempo de despertar e acreditar que esta vida vale apena ser vivida.
-Rhenan Carvalho-

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Passadas e trilhas

Irmão, saibas que as grandes respostas estão dentro de ti mesmo.
Tu precisas dispersar as trevas que cercam e oprimem a fluência do amor em teus propósitos.
Libera a ti mesmo! Alça voo no infinito de tua alma.
Ergue a cabeça com humildade e toca o Alto com os pensamentos.
Tu não caminhas sozinho e o teu viver toca o viver de todos.
Tu não percebes, mas há um elã vital que te une ao Todo.
Tu e teus irmãos não são meros joguetes do destino, são viajantes estelares e imortais em essência.
Irmão, não foste criado para a inércia. E nem iniciado pelas trevas do ego.
Tua iniciação é na vida, junto com todos.
O tempo e a natureza de tuas provas pertence ao Todo.
No entanto, pertence sempre a ti o esforço com que passas por elas e a garra com que suportas o que precisa ser suportado.
O palácio iniciático está dentro de teu próprio coração. Entra nele com os pés descalços de ego e a vontade de erradicar todo mal que há em ti.
Os mestres te esperam dentro do palácio luminoso.
Há muito que eles esperam tua chegada. É chegada a hora do reencontro estelar.
Alma amiga, tu vagastes por muitos rumos e teus olhos verteram as lágrimas da busca e da incompreensão dos homens, mas, saibas agora, dentro de teu coração os mestres velavam em silêncio e esperavam o teu despertar.
Entra no palácio iniciático de teu coração e toma o teu lugar na assembleia daqueles que trabalham a favor do bem de todos os homens.
Canta com os mestres a canção da paz e reveste o teu ser de LUZ e AMOR.
O mal não é para ti e, mesmo que o aguilhão da incompreensão humana te ferir o peito, não esmoreças na jornada.
Tu és filho do Eterno! E teu coração sabe disso.
Teu corpo é de carne e osso, mas o teu ser é estelar e divino.
Reveste o teu espírito de AMOR e a tua carne de LUZ.
E caminha confiante, pois tua força espiritual não vem deste mundo.
Teu coração pertence ao TODO.
Levanta e anda, irmão estelar.
E não te detenhas até alcançar a meta ...
Que tuas pegadas sejam virtuosas e luminosas.

Sanat Khum Maat

Nenhum comentário:

Postagens Recentes